Arquivos

Na imagem, a primeira-dama Michelle Bolsonaro Alan Santos/PR – 29.07.2020

A primeira-dama Michelle Bolsonaro foi diagnosticada com covid-19 nesta quinta-feira (30).

De acordo com a nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social, a primeira-dama apresenta “bom estado de saúde” e seguirá todos os protocolos estabelecidos.

“A primeira-dama está sendo acompanhada pela equipe médica da Presidência da República”, informaram.

R7

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, apresentou hoje (30) novas medidas para o crédito imobiliário. O anúncio foi feito durante entrevista à imprensa.

Confira coletiva completa:

Pausa do pagamento de crédito imobiliário

Os clientes pessoas física e jurídica já podem pedir mais dois meses de pausa no pagamento de prestações do crédito imobiliário contratado com o banco. A medida vale para financiamentos de imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida (faixas 1,5, 2 e 3) e do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos.

Segundo a Caixa, quem já teve a pausa temporária de 120 dias concluída poderá prorrogar o prazo por mais 60 dias. Quem ainda não optou por essa alternativa também poderá solicitar a pausa de 180 dias.

Agência Brasil

Viaturas do Batalhão de Choque da PM após operação em Parnamirim, RN — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um homem morreu após um confronto entre policiais militares e suspeitos de integrarem uma facção criminosa na noite desta quarta-feira (29) em Parnamirim, na região metropolitana de Natal. O tiroteio aconteceu na região conhecida como Mar da Galileia, no bairro Passagem de Areia.

Quatro carros com equipes do Batalhão de Policiamento de Choque faziam uma operação chamada “saturação” na comunidade e no condomínio Nova Vida. A área é considerada “crítica” pelos policias, por ter vários pontos de consumos de drogas. Segundo os militares, uma facção criminosa estaria se preparando para invadir a área dominada por outra.

Ao entrar na comunidade, os militares se depararam com homens armados, que atiraram contra as viaturas. Os policiais revidaram. Um dos suspeitos ficou ferido no confronto. Ele foi socorrido pelos próprios policiais, mas, segundo agentes, não resistiu e morreu ao dar entrada no Hospital Deoclécio Marques.

Arma apreendida com suspeito que morreu em confronto com policiais militares em Parnamirim — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Com o suspeito, foi apreendido um revólver calibre 38, com duas capsulas deflagradas. Na arma apreendida, ainda havia quatro balas “picotadas”, que falharam, segundo os policiais. Nenhum militar se feriu na ação.

Os outros suspeitos conseguiram fugir. O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Polícia Civil.

G1 RN

A população de Macaíba conta com novos canais para solicitar os serviços de iluminação pública. Agora, os trabalhos podem ser solicitados por meio do preenchimento de um formulário on line disponível no site oficial da Prefeitura e por uma conta no WhatsApp.

O formulário pode ser acessado pelo link https://bit.ly/2EA9XlN, disponível na aba de links do site, ao lado das notícias em destaque.
O número no WhatsApp é  (84) 3271-6629.  Para efetuar o pedido tanto no formulário como pelo aplicativo de mensagens, é preciso informar nome completo, telefone para contato, local da solicitação entre outras informações. A iniciativa da Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, visa à melhoria dos serviços de iluminação pública no município, fortalecendo a comunicação entre os cidadãos macaibenses e a administração municipal.

Assecom-PMM

Policiais da VTR TOR 04 do Segundo Distrito de Polícia Rodoviária Estadual( 2°DPRE), interceptaram na noite de quarta feira 29 de julho, um veículo tipo ônix de cor branca, que havia sido roubado no início da semana na cidade de Campo Grande, região Oeste Potiguar. O veículo era ocupado por quatro assaltantes, que tinham acabado de praticar um arrastão na Comunidade de Juremal, zona rural de Baraúnas.

 Após a ação criminosa, os bandidos fugiram para Mossoró.  A Central de Operações (CIOSP) ao tomar conhecido do ocorrido acionou várias viaturas do teatro de operações para fechar um cerco aos criminosos, onde os policiais rodoviários se depararam com os mesmos já em Mossoró, nas imediações do condomínio Quintas do Lago na região doConjunto Abolição III

Os bandidos não obedeceram a ordem de parada dada pelo policiais do trânsito, dando-se início a uma perseguição e troca de tiros. O grupo criminoso abandonou o veículo com o material roubado do arrastão e evadiu-se pelo matagal. A Polícia conseguiu recuperar o carro, que ficou bastante avariado e todos os objetos roubados em Juremal. A Ocorrência foi encaminhada à delegacia de plantão da Polícia Civil para os devidos procedimentos.

Fim da Linha

Apenas 56,2% dos leitos destinados para Covid-19 na região metropolitana de Natal estão ocupados. A informação está contida na plataforma de regulação de leitos do Governo do Estado. Os índices são agora pela manhã (30).

Seguido da região metropolitana, a região do Seridó aparece como 73,33% e por último a região Oeste com 79,1%.

A taxa de ocupação geral de leitos críticos no estado é de 61,44%, ou seja, 188 ocupados. Disponíveis são 110.

Já com relação aos leitos clínicos, a taxa de ocupação é de 45,81%, sendo 153 ocupados. Disponíveis são 143.

Os vereadores Fernando Lucena (PT) e Cícero Martins (PP) bateram boca durante sessão da Câmara Municipal de Natal nesta terça-feira (28). Tudo porque o petista resolveu atacar o presidente Jair Bolsonaro durante seu pronunciamento, sendo rebatido pelo “colega”.

“Mentira é a marca registrada do governo Bolsonaro. A facada é mentira, o corona é mentira… ele pegou lá atrás, quando foi bajular o anu-branco americano (referência ao presidente americano, Donald Trump). Ele foi beijar a bandeira americana. Isso é ser patriota? É um presidente fuleiro, isso que Bolsonaro é”, afirmou Lucena.

Cícero Martins pediu respeito ao presidente da República. “Respeite o presidente. Fuleiro é o seu (presidente), aquele bandido, aquele marginal”, afirmou o vereador do Progressistas referindo-se ao ex-presidente Lula da Silva. “Fuleiro é ele e seus seguidores. Aquele genocida. Bolsonarista não tem moral para falar de ninguém neste País”, respondeu Lucena.

*Com informações do Agora RN e do Portal Grande Ponto

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, ordenou nesta quarta-feira (29) a suspensão das investigações sobre supostos esquemas de caixa dois e de lavagem de dinheiro envolvendo o senador José Serra (PSDB-SP).

Nos dois casos, Toffoli determinou a suspensão das investigações até a análise do ministro Gilmar Mendes, o relator de ambos os processos.

O presidente do Supremo contestou de forma similar as decisões da Justiça Eleitoral de São Paulo e da Justiça Federal de São Paulo que autorizaram, respectivamente, as investigações sobre caixa dois e lavagem de dinheiro envolvendo o senador.

Para Toffoli, as ordens de busca e apreensão concedidas pela Justiça em ambas as investigações são muito amplas, o que poderia incluir o período de Serra como senador. Com isso, se estiverem sendo investigados supostos crimes cometidos pelo político durante o mandato no Congresso e ligados às atividades parlamentares, os processos têm que correr no STF.

Em ambos os casos, Toffoli afirmou que as decisões judiciais de primeira instância podem “conduzir à apreensão e acesso de informações e documentos em desrespeito às prerrogativas parlamentares” de Serra.

Também hoje, a Justiça Federal aceitou a denúncia contra Serra pelo suposto esquema de lavagem de dinheiro, o que em tese torna o senador réu pelo crime. Ainda não está claro se a ordem de Toffoli para interromper as investigações invalida a aceitação da denúncia.

Segundo a defesa de Serra, as duas investigações “culminaram em abusos inaceitáveis contra o senador José Serra.”

“Em ambas as esferas, era evidente o excesso e ilegalidade das medidas determinadas contra o senador da República, em clara violação à competência do Supremo Tribunal Federal e em inegável tentativa de criar fantasias relacionadas a seu mandato parlamentar”, afirmaram os advogados Flávia Rahal e Sepúlveda Pertence.

Lavagem de dinheiro

No recurso para interromper a investigação sobre lavagem de dinheiro, a defesa de Serra alegou que a ordem para operação de busca e apreensão realizada no dia 3 de julho, dada pela Justiça Federal de São Paulo, sequer menciona que o tucano é senador, nem faz ressalvas sobre a “apreensão de elementos relacionados ao mandato”.

“Houve ainda ordem de quebra de sigilos fiscal e bancário por absurdos 15 anos, atingindo todo o período da atividade parlamentar do reclamante”, disseram os advogados.

Para Toffoli, “a extrema amplitude da ordem de busca e apreensão, cujo objeto abrange agendas manuscritas, mídias digitais, computadores, telefones celulares, pendrives, entre outros dispositivos de  armazenamento eletrônico, impossibilita, de antemão, a delimitação de documentos e objetos que seriam diretamente ligados desempenho da atividade típica do atual mandato do Senador da República.”

O presidente do Supremo apontou ainda que a Justiça Federal paulista “chegou ao ponto de autorizar a quebra do sigilo bancário e fiscal do reclamante para o período compreendido entre janeiro de 2006 e junho de 2020, passo demasiadamente além do objeto investigado na operação deflagrada pela força tarefa.”

Caixa dois

No recurso ao STF sobre a acusação de caixa dois, a defesa de Serra alegou que, apesar de a decisão judicial ter como alvo doações para a campanha eleitoral, o conteúdo da investigação miraria na verdade a investigação do senador por “crimes supostamente praticados no desempenho de sua atividade como congressista e diretamente relacionados à função parlamentar” — o que deixaria o caso nas mãos do Supremo.

Segundo a defesa, um dos relatórios da Polícia Federal traria informações sobre projetos de lei de 2019 e 2020, ou seja, quando Serra já estava no Senado.

Para Toffoli, “a extrema amplitude da ordem de busca e apreensão, cujo objeto abrange computadores e quaisquer outros tipos de meio magnético ou digital de armazenamento de dados, impossibilita, de antemão, a delimitação de documentos e objetos que seriam diretamente ligados desempenho da atividade típica do atual mandato do Senador da República.”

“Inegável, portanto, que a situação evidenciada, eleva, sobremaneira, o risco potencial de sejam  apreendidos e acessados documentos e informações relacionadas ao desempenho da atual atividade de Senador da República, com a indevida intromissão da autoridade reclamada, pelo menos neste primeiro exame, na competência constitucional do Supremo Tribunal Federal para analisar a medida”, disse Toffoli na decisão.

CNN Brasil

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta quarta-feira (29) que o presidente Jair Bolsonaro deve chegar às eleições presidenciais de 2022 “extremamente competitivo” e que o ideal seria que o presidente cumprisse dois mandatos.

De acordo com o vice-presidente, o governo federal precisa resolver dois problemas: solucionar o déficit fiscal e avançar nas questões de segurança pública, saúde e educação para que, nas próximas eleições, não haja um retorno a uma “visão anterior”.

“Julgo que o trabalho que o presidente Jair Bolsonaro vem realizando dará bons frutos e ele chegará em 2022 extremamente competitivo”, afirmou, em entrevista ao vivo pela internet ao jornal Diário de Pernambuco.

Reuters

Banco Central anuncia que lançará cédula de R$ 200 em agosto
Nova cédula foi aprovada pelo Conselho Monetário Nacional. Terá estampado um lobo-guará. Imagem da nova nota será divulgada no fim de agosto, quando começará a circular.

O Banco Central informou nesta quarta-feira (29) que o Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou o lançamento da cédula de R$ 200, que terá como personagem o lobo-guará.

De acordo com a instituição, a nova cédula deverá entrar em circulação no final de agosto, e a previsão é que sejam impressas 450 milhões de cédulas de R$ 200 em 2020.

A diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, afirmou que a nova cédula ainda está em fase final de testes de impressão e que a “boa prática internacional” recomenda que não sejam revelados os elementos da cédula até estar pronta.

Por isso, afirmou, não foi divulgada imagem da nova nota de R$ 200 – o que será feito no final de agosto. Atualmente, há seis tipos de cédulas em circulação: R$ 2, R$ 5, R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100.

Carolina Barros afirmou que a instituição está atenta à demanda da população por mais meio circulante. “Se [a demanda] existe, a gente precisa atender. A gente não sabe por quanto tempo essa demanda adicional por dinheiro vai durar”, declarou.

Fonte : G1