Arquivos

A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), está trabalhando para implantar um alojamento provisório para as pessoas em situação de rua do município durante o período de pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Neste contexto, a administração municipal recebeu 60 mil reais do Governo Federal para custear todas as atividades durante três meses.

Uma vistoria está sendo feita pela secretária Andrea Carla Ferreira, titular da pasta, ao lado da equipe da Semtas para verificar a estrutura dos locais públicos disponíveis. No local, as pessoas receberão acompanhamento de saúde, assistência social e atividades de esportes, lazer e cultura promovidas pela Prefeitura. A expectativa é que o alojamento seja aberto neste mês de julho e permaneça em funcionamento pelo período previsto do auxílio financeiro federal, ou seja, três meses.

Assecom-PMM

É com imensa tristeza que o município de Macaíba recebeu a notícia do falecimento do médico pediatra Nivaldo Sereno Júnior, nesta quarta-feira (1º). Nivaldo estava internado na UTI da Casa de Saúde São Lucas, em Natal e foi mais uma vítima do novo coronavírus (Covid-19).

O médico trabalhou em Macaíba no início dos anos 2000, realizando atendimentos nos postos de saúde do Campo das Mangueiras entre outras unidades da cidade. Neste momento de dor intensa, Macaíba se solidariza com amigos e familiares de Nivaldo, bem como de todas as pessoas que faleceram em decorrência da pandemia de Covid-19 no município.

Também foi presidente da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Norte – SOPERN no período entre 2010 e 2016. Atualmente, era vice-presidente da mesma instituição.

A dona de casa Auxiliadora Albano, de 56 anos, e o agricultor Severino Balbino da Silva, de 58 anos, são mais duas vítimas da Covid-19 no Rio Grande do Norte. Os dois faleceram no mesmo dia, na terça-feira (30), após quase um mês lutando contra a doença. O casal vivia na comunidade de Piquiri, no município de Canguaretama, distante 78 quilômetros de Natal.
Os dois deixam quatro filhos: Paula, Patrício, Patrícia e José. Paula Balbino mora e trabalha em Extremoz, na Grande Natal, e embora distante mantinha contato diário com a família em Canguaretama e acompanhou todo a batalha dos pais para sobreviver ao coronavírus.
“Desde que eles foram para a UTI que a gente vem acompanhando e torcendo para que eles se recuperassem, mas as notícias não eram boas. Agora estou cuidando da parte do sepultamento e praticamente não parei porque foi uma coisa em cima da outra, parece que a dor ainda não chegou completamente”, diz Paula.
Poucas horas separaram as duas notícias de óbito. Os quatro irmãos souberam primeiro do falecimento do pai pela manhã e quando ainda tentavam lidar com o triste acontecimento, receberam a confirmação da morte da mãe no período da tarde. Auxiliadora e Severino estavam internados em Natal e Caicó.
“Não tenho palavras direito, parece que a ficha não caiu. Nossa família era bem unida e essa doença acabou com isso. Mesmo longe, sempre falava com eles por videochamada. Não dá pra entender como ainda existem pessoas que não acreditam nessa doença. Isso é muito grave e muito triste”, completa Paula Balbino.
Os primeiros sintomas apareceram no início do mês de maio, no dia 6. Auxiliadora, que pertence ao grupo de risco, foi a primeira a sentir os efeitos da Covid-19 e logo procurou ajuda médica. Após consulta no hospital local, Auxiliadora voltou para casa e começou o período de isolamento, mas sentiu uma forte falta de ar e retornou à unidade no dia 12.
Dois dias depois ela foi transferida para um leito de terapia intensiva em Natal, onde foi entubada. Paralelamente, o marido dela, Severino, cumpria isolamento em casa enquanto acompanhava o tratamento de Auxiliadora a distância. Uma semana após o internamento da esposa, ele piorou e também foi levado ao hospital.
Severino apresentou melhora nos primeiros dias de isolamento e seu quadro demonstrava evolução para uma recuperação da Covid-19. No entanto, ele começou a sentir febre e falta de ar. Foi quando precisou ser levado para o hospital e em seguida transferido para um leito de UTI no Hospital Regional do Seridó, em Caicó.
Entre melhoras e pioras, os dois permaneceram internados até esta terça-feira (30), quando faleceram. O sepultamento de Severino ocorreu ainda na terça, Auxiliadora será enterrada nesta quarta-feira (1º). As cerimônias seguiram protocolos de contenção da Covid-19 e foram restritas a alguns familiares.

No início da noite desta quarta-feira (30), policiais militares da Força Tática do 1° Batalhão de Polícia Militar efetuaram a apreensão 112 porções de substâncias entorpecentes com um trio suspeito de tráfico de drogas no bairro de Brasília Teimosa, zona Leste de Natal.

De acordo com informações do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública, os militares receberam uma denúncia de que um imóvel localizado na rua Boa Vista, em Brasília Teimosa, estaria sendo utilizado para o comércio ilícito de drogas e entorpecentes.

Durante as averiguações, um dos suspeitos perceberam a presença da Polícia Militar na localidade e iniciou uma fuga em cima dos telhados das residências vizinhas, tendo sido alcançado em uma residência localizada na rua Varela Santiago, já no bairro das Rocas.

Nas residências em que o suspeito foi surpreendido, os policiais encontraram 99 trouxinhas de substância análoga à maconha, 08 trouxinhas de substância análoga ao crack e 05 trouxinhas de substância análoga à cocaína. Ainda nas residências, os militares apreenderam um revólver calibre .38, além de 11 munições do mesmo calibre, duas balanças de precisão e a quantia de R$ 693,00 em dinheiro fracionado.

Na ação policial, um casal foi preso e um adolescente foi apreendido por tráfico ilícito de entorpecentes e por porte ilegal de arma de fogo.