Arquivos

A defesa do advogado Márcio Duarte Miranda, um dos envolvidos na Operação Faroeste, desistiu de um recurso no Supremo depois que Edson Fachin foi sorteado relator.

No STF, ainda não há ministro prevento para o caso que envolve a cúpula do Judiciário baiano.

=

Investigadores suspeitam que os advogados dos réus vão tentar outras vezes, até que o caso seja distribuido a um ministro simpático.

O ex-namorado da vendedora Renata Ranyelle Almeida e suspeito de tê-la matado visitou a vítima no hospital depois de atirar nela. Ele aparece em uma fotografia tirada dentro da unidade hospitalar, segurando a mão de Renata. Pela foto, o delegado Júlio Costa, que apura o caso, confirmou que se trata de Paulo Roberto da Silva, o principal suspeito do crime.

Renata Almeida tinha 23 anos de idade e morreu nesta sexta-feira (29), depois de passar seis dias internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. No sábado da semana passada, dia 23, a vendedora foi baleada no rosto por um homem que invadiu a loja em que ela trabalhava, na cidade de São Miguel, anunciando um suposto assalto. A ação foi filmada por câmeras de segurança.

A filmagem mostra um homem de capacete atirando na vendedora enquanto ela estava no caixa da loja, mesmo sem a moça esboçar qualquer reação. Em seguida ele fugiu e a vítima foi levada ao hospital. Após os primeiros dias de investigação, a Polícia Civil chegou à conclusão de que o roubo foi simulado e apontou o ex-namorado de Renata Almeida como o principal suspeito de ter atirado nela.

Dias após o crime, a foto dele no hospital começou a circular nas redes sociais. Na imagem, Renata aparece deitada em uma maca, com Paulo Roberto segurando a sua mão, ao lado. Ele teve a prisão decretada na quarta-feira (27) e segue foragido.

O crime

Armado, o homem chegou ao local de moto, entrou na loja sem tirar o capacete e anunciou o assalto. Outras mulheres que estavam no local foram para os fundos do estabelecimento. Ameaçada pelo criminoso, Renata foi em direção ao caixa, retirou a gaveta com dinheiro e colocou em cima da bancada.

Em seguida, ele apontou a arma em direção ao rosto de Renata, atirou e fugiu do local sem levar nada. Imagens de câmeras de segurança que fica do lado de fora da loja também mostram o criminoso chegando ao estabelecimento e depois fugindo em direção à RN-177, que liga a cidade a Pau dos Ferros.

G1RN