Arquivos

A Polícia Civil de São Paulo decidiu não indiciar Neymar na acusação de estupro movida por Najila Trindade. As investigações foram terminadas na segunda-feira (29), e a delegada Juliana Lopes Bussacos, da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, concluiu que o jogador não cometeu nenhum crime na noite em que se encontrou com a modelo em Paris.

O relatório da investigação segue agora para o Ministério Público, que vai avaliar a decisão da delegada e escrever um parecer. Através das conclusões do MP e da Polícia Civil, a juíza da Vara da Região Sul 2 de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher irá decidir sobre o caso.

As contradições nos depoimentos de Najila foram a principal razão para que a polícia não escolher indiciar o atleta. Entretanto, Neymar ainda é investigado pela polícia do Rio de Janeiro por ter vazado fotos íntimas de Najila em um vídeo publicado na Internet.

Cerca de 275 mil aposentadorias por invalidez e mais de 452 mil auxílios-doença foram suspensos, até agora, pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS). Os dados, repassados à Coluna, são da Subsecretaria da Perícia Médica Federal, e integram o balanço da primeira etapa do pente-fino nos benefícios para combater fraudes.

O INSS notificou, no primeiro semestre, segurados com benefícios considerados suspeitos. As irregularidades mais comuns são acúmulo indevido de benefícios, pagamento pós-óbito e obtenção de benefícios de forma criminosa, com a apresentação de documentos falsos ao INSS.

Os segurados incluídos no pente-fino são comunicados por carta e caixas eletrônicos da rede bancária. O trabalhador urbano tem 30 dias para apresentar recurso; o rural, 60. Caso o INSS não aceite o argumento do segurado, o pagamento é cancelado.

Coluna Esplanada

O prefeito Fernando Cunha e o deputado estadual, Coronel Azevedo, se encontraram no final da tarde desta terça-feira (30), na sede da prefeitura de Macaíba. O encontro foi diplomático, com assuntos referentes à administração municipal. O Secretário de Integração da Região Metropolitana, Sérgio Cunha, também esteve presente no encontro.

Além de assuntos referentes às áreas de saúde, esporte e educação, foi abordado também temas relacionados ao campo da infraestrutura, sobretudo da região de Bela Vista, Bosque Brasil, entre outros. A gestão macaibense sempre tem buscado manter contato com os deputados estaduais, federais e senadores a fim de buscar parcerias para desenvolver ainda mais a região de Macaíba.

Os trabalhadores dos Correios anunciaram que entrarão em greve a partir da noite desta quarta-feira (31). Segundo a Fentect (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares), a categoria realiza na manhã desta terça-feira (30) a última reunião prevista no calendário de negociação com os Correios, em Brasília.

De acordo com Fischer Moreira, secretário de imprensa da Fentect a categoria protesta contra o baixo “reajuste salarial e contra a retirada de direitos históricos da categoria”. Uma das alterações propostas pela empresa é a exclusão de pais como dependentes no plano de saúde dos funcionários e aumento na coparticipação do plano, que hoje está por volta de 30%. O reajuste salarial proposto é de 0,8%, valor considerado irrisório pela federação.

A greve foi anunciada ao presidente dos Correios, Floriano Peixoto, na última segunda, 29. Apesar do indicativo de paralisação, os trabalhadores não descartam novas negociações. “Ainda que tenha uma data marcada para greve, o comando continua a disposição de negociar. Entendemos o momento da empresa, mas é necessário também ver o lado do trabalhador”, afirma Moreira.

Os Correios estão em meio a uma possibilidade de privatização, defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. Os planos do governo, por enquanto, são de investir esforços na reforma da Previdência enquanto as privatizações ficariam para um segundo momento. Fischer Moreira alega que a base aliada do governo no Congresso Nacional, como a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), divulga informações sobre a empresa que “faltam com a verdade”.

“Não necessariamente a privatização vai trazer preços mais acessíveis, inclusive para regiões periféricas, e a precarização de serviços vai ser ampliada. A gente sabe que existe esse fantasma da privatização e combate essa perspectiva”, diz.

Os Correios afirmaram que “continuam em negociação com representações dos empregados”, com mediação do Tribunal Superior do Trabalho, e que “não é oportuno tratar de greve neste momento”.

João Maria Gois da Silva, residente na Rua Professor Lourenço Gurgel, no bairro Leandro Bezerra em Caraúbas, foi morto a tiros na madrugada de hoje, 30 de julho, dia que comemorava seu aniversario de nascimento de 37 anos de idade.

Segundo registros da Delegacia, o crime aconteceu por volta de 01h30min de hoje, na Rua Coronel Antônio Bento, no mesmo bairro onde a vitima morava, quando foi surpreendido e morto a tiros no meio da rua.

Segundo informações da policia, João Maria era acusado de envolvimento com uso e venda drogas e pode ter sido morto em acerto de contas com traficantes.

A Polícia Militar fez o trabalho de isolamento do local do crime para os procedimentos das equipes da Policia Civil e do Instituto Tecnico-Cientitico de Pericia, Itep em Mossoró para onde o corpo foi removido para exames de necropsia.

O CÂMERA

“Quando pensam em casamento infantil, as pessoas acreditam que a situação está bastante distante de nós e não está”, revela Viviana Santiago, gerente de gênero e incidência política da organização não-governamental Plan International, que apresentou, na manhã desta terça-feira (30), no Centro de Cultura da Câmara de Vereadores de Salvador, dados do casamento infantil no Brasil e na Bahia.

A Plan teve como base de estudo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Ministério da Saúde. Em 2016, na Bahia, o instituto registrou 60 mil casamentos, 7.770 tinham entre um dos conjugues crianças e adolescentes.

Desse total, 6.371 foram casamentos de meninas e 1.399 de meninos. Esses dados fazem parte do “Tirando o véu – Estudo sobre o casamento infantil no Brasil”, que traz informações sobre a união infantil no país.

Ler mais…

Um homem que dirigia sob efeito de álcool perdeu o controle do carro, subiu a calçada e derrubou parte do muro de uma residência. A ocorrência foi registrada pela polícia na noite desta segunda-feira (29), no bairro de Capim Macio, Zona Sul de Natal.

Quem dirigia o automóvel era um idoso de 70 anos, oficial da reserva da Aeronáutica. Na delegacia, ele se negou a fazer o teste do bafômetro e precisou de atendimento médico para tratar de pequenos ferimentos causados pelo acidente.

Por ter dirigido embriagado, ele não teve direito a fiança e ficou preso aguardando a audiência de custódia, que deve acontecer nesta terça-feira (30).

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte negou pedido liminar feito Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pela seccional da Ordem no Rio Grande do Norte para supostas provas contra três advogados presos. O caso envolve três profissionais que atuariam como “emissários” (daí o nome da operação) da facção criminosa Sindicato do RN.

De acordo com as investigação do Ministério Público do RN, eles supostamente atuavam levando ordens de lideranças a outros membros do grupo, foram dos presídio. Os três foram presos e o principal indício do crime são gravações feitas com autorização judicial. De acordo com as investigações, os advogados participam de conversas que envolvem pelo menos tráfico, assassinato e roubo de veículos.

Eles inclusive já foram denunciados (são réus) e responderão pelo crime de integrar organização criminosa. A OAB argumentou no pedido que as gravações feitas – mesmo que autorizadas – feriam a prerrogativa profissional porque a captação de conversas realizadas em parlatório entre clientes e advogados desrespeitaria o direito dos advogados.

Segundo eles, existiriam “gravações captadas de outros advogados não mencionados na investigação sem a devida autorização judicial”. Além de pedir a destruição das supostas provas, os autores do mandado pediam que fosse imposto novamente sigilo ao conteúdo.

O desembargador Virgílio Macedo Júnior, autor da decisão, não acatou os argumentos da Ordem. Ele observou que “a captação ambiental de conversas de advogado não é prova nula, por ilegalidade ou inconstitucionalidade, quando o próprio advogado é suspeito da prática de crime”.

O desembargador comentou ainda que foram levados ao processo apenas os diálogos que tinham relação com os fatos investigados, supostamente praticados pelo advogado, “não importando, de toda sorte, qualquer publicidade às conversas fortuitamente captadas”.

Os três advogados – Floripes de Melo Neto, Raquel Dantas Revoredo e Fernanda Colanzi da Cruz – foram presos dia 10 de julho. Dia 24 de julho a Justiça negou habeas corpus a dois deles (Floripes e Raquel). A terceira advogada, Fernanda Colanzi, também tentou um habeas corpus, mas o documento não teria sido avaliado por não preencher os requisitos básicos para ser julgado.

OP9

Durante fiscalização de rotina, no Km 68 da BR 304, no município de Mossoró/RN, no final da tarde dessa segunda-feira (29), a Polícia Rodoviária Federal abordou um veículo F1000, de cor cinza, com placa do Estado do Maranhão. De acordo com a PRF, o condutor de 32 anos tentou fugir, mas foi contido pela equipe rapidamente. Ele informou que estava recebendo a quantia de R$ 100,00 para levar o veículo até Parnamirim. Posteriormente foi confirmado que o motorista pegou o veículo em Fortaleza/CE e levaria para Recife/PE.

Ao realizar uma vistoria mais minuciosa no veículo, foi observado que, por baixo da carroceria, existia um fundo falso. Nesse local, foram encontrados 76 tabletes de maconha e 2 de cocaína. A pesagem oficial confirmou 41,385 Kg de maconha e 2,290 kg de cocaína.

Toda a ocorrência foi encaminhada à Polícia Federal na cidade de Mossoró.

BLOG DO BG