Pais presos por matar filho de 4 anos fizeram buscas pela criança - Informativo Atitude

Pais presos por matar filho de 4 anos fizeram buscas pela criança

Principais suspeitos da morte de uma criança de 4 anos espancada até a morte e jogada em um matagal na cidade de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, os pais do garoto, que confessaram o crime, chegaram a fazer buscas pelo filho alegando que ele havia desaparecido. Revoltado, o avô materno do menino, o agricultor Sebastião Ferreira da Silva, diz não ter palavras para descrever o que sente. Ele esteve no Recife para liberar o corpo do neto após a realização de exames no Instituto de Medicina Legal (IML).

José Wellington da Silva foi morto na sexta-feira. Segundo depoimento do pai do menino, José Evandro Bezerra de Lima, 35 anos, o garoto foi agredido com socos até ficar desacordado. Em seguida, ele contou ter levado o filho até uma área de mata nas proximidades da casa da família e o esganado. Depois de cometer o crime, ele contou o ocorrido à esposa, Andréa Alexandre da Silva, 34 anos, que decidiu ir à delegacia da cidade prestar uma queixa de desaparecimento na tentativa de despistar a polícia.

O corpo de José Wellington foi encontrado em um matagal próximo ao conjunto residencial Maria de Fátima no sábado (3). Quando a polícia chegou na casa da família, encontrou roupas sujas de sangue e, pressionados, os pais, os pais contaram o que de fato havia acontecido. A mãe da criança chegou a jogar fora peças com sangue para tentar inocentar o marido.

O casal foi preso logo depois que o corpo foi localizado. José Evandro e Andréa foram autuados em flagrante por homicídio doloso (quando há intenção de matar) e devem ser submetidos a uma audiência de custódia.

OP9