O RN resiste a privatização da CAERN - Informativo Atitude

O RN resiste a privatização da CAERN

Realizado o primeiro leilão, desde a aprovação, em julho, do novo marco regulatório de saneamento básico, com um ágio de 13.180%. O Estado de Alagoas vai ficar com uma nota de R$ 2 bi.

Sete empresas participaram do leilão e o vencedor foi o grupo BRK Ambiental do conglomerado canadense Brooksfield. A meta do grupo vencedor é universalizar o serviço em seis anos.

O RN resiste à privatização da CAERN, mesmo sabendo que é inevitável, como aconteceu com a CASAL. Existem dois fatos que exigem uma mudança nessas políticas: 1 – 35 milhões de brasileiros não tem água tratada; 2 -104 milhões não tem coleta de esgoto.

Roda Viva