Estudante de odontologia morre atropelada por motociclista

Uma estudante de odontologia foi atropelada enquanto caminhava na Avenida Conde da Boa Vista, área central do Recife.

Alessandra Tamyris Tristão Santos, 23 anos, estava com uma parente indo escolher o vestido da formatura quando foi atingida por uma moto.

O motorista, que ainda não foi identificado, também teria batido em uma gestante e derrubado uma placa de ferro. Populares que presenciaram o acidente chegaram a espancar o motociclista.

Ele e a estudante foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para o Hospital da Restauração, área central do Recife.

A gestante foi atendida no local e liberada. Com o atropelamento, Alessandra foi arremessada e bateu a cabeça num poste. A cena chamou a atenção de quem passava pelo local e das pessoas que estavam trabalhando nas lojas e outros estabelecimentos das proximidades.

Familiares ainda chegaram a pedir doação de sangue nas redes sociais, mas devido aos graves ferimentos, a estudante não resistiu e morreu ainda na noite da sexta-feira, no HR. O corpo de Alessandra foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro.

Testemunhas disseram que o motociclista estaria embriagado e que vinha, desde o Derby, fazendo manobras perigosas e em alta velocidade. Ele subiu a calçada, atingiu as duas mulheres e só parou quando atingiu uma placa de ferro. Alessandra estava prestes à concluir a graduação de odontologia, iria se tornar uma cirurgiã-dentista, mas teve o sonho interrompido. O sepultamento do corpo de Alessandra Tamyris será realizado neste sábado (17), às 16h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista.