Demissão de funcionário gera crise no BNDES

O BNDES demitiu por justa causa, em novembro, um funcionário de sua área de Tecnologia da Informação (TI) que, segundo sindicância interna, havia copiado vasto número de documentos do banco para seu computador.

Segundo apurou O GLOBO, o estopim para a demissão foi o download de uma apresentação sobre transparência, que continha slide elencando “pontos de atenção” para a imagem do banco, entre eles sua reputação junto à mídia e o discurso político sobre ele.

O desligamento foi considerado injusto pela associação de funcionários da instituição (AFBNDES) e abre mais uma crise entre a direção e o corpo técnico do banco.

A apresentação que desencadeou a demissão havia sido mostrada a superintendentes do banco em agosto, logo no início da gestão do presidente Gustavo Montezano. Ela fazia parte de um novo plano de comunicação, que resultaria no projeto BNDES Aberto.

Mas a apresentação acabou sendo disponibilizada, erroneamente, em um diretório público que pode ser acessado por todos os empregados, o chamado diretório X.