CADEIA: Polícia Civil prende suspeitos por envolvimento em morte de policial militar

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam, nesta terça-feira (11), Hugo Sanches Campos, 24 anos, e José Alberanir Gomes, conhecido como “Coroa”, 42 anos. Eles foram detidos no bairro Cidade Alta, em Natal.

Em desfavor de Hugo Sanches, existia um mandado de prisão temporária pela participação no crime ocorrido no dia 13 de abril, que vitimou o policial militar Gustavo Pinheiro de Andrade, no bairro de Capim Macio, em Natal. Durante depoimento, Hugo Sanches confirmou a participação no planejamento do crime, mas alegou que não havia praticado atos de execução, nem estava presente no local.

De acordo com as investigações, José Alberanir teria participado do crime praticado contra o policial, realizando um levantamento prévio do local do fato e atuando como “piloto de fuga”, em um veículo de cor prata, após a morte da vítima. Em desfavor dele, existia um mandado de prisão, pela suspeita da prática do crime de roubo, em um posto de combustível, no ano de 2010, em Natal, onde ele também atuou viabilizando a fuga dos demais envolvidos.

No dia 23 de abril, a Polícia Civil, em conjunto com Polícia Militar, Polícia Federal e do Grupo Penitenciário de Operações com Cães (GPOC), deflagrou operação no Paço da Pátria, com objetivo de apreender armas de fogo e prender Renato Rovegno de Souza Júnior, apontado como autor do disparo que vitimou o policial. Na ocasião, ele reagiu à abordagem realizada por policiais militares e foi atingido por disparos, morrendo no local. Foram apreendidas duas armas de fogo, sendo uma pistola .40 usada pelo cabo Gustavo, pertencente à Polícia Militar, e uma pistola 9mm.

Os suspeitos foram conduzidos a delegacia e, em seguida, encaminhados ao sistema prisional onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.