Tensão: Semana quente no Congresso Nacional

Mesmo com isolamento social, com sessões via videoconferência, o Congresso tende a ter uma semana agitada em razão dos desdobramentos da crise política gerada pela saida do ex-ministro Sérgio Moro.

Dois pedidos de impeachment do presidente Bolsonaro devem ser protocolados com base nas graves denúncias de Moro, entre as quais as insinuações de que o chefe da Nação mudou o comando da Polícia Federal para ter acesso aos processos que correm no Supremo contra um dos seus filhos. Também vai pegar fogo porque existem dois ministros na corda bamba, da Agricultura e Economia.