Presidente de comissão acha que feriado de Corpus Christi e festejos juninos vão mesmo atrasar reforma

Marcelo Ramos, presidente da comissão especial da reforma da Previdência, saiu mais cedo da reunião com governadores, mas disse ter sentido “um esforço” para se chegar a um texto que seja aprovado.

Ele comentou:

“Eu vou receber o relatório na quinta, já convoquei reunião para 9h30. Aí tem o pedido de vista coletiva [regimental] de duas sessões [do plenário]. Poderia ser feito um esforço para dar quórum na sexta, mas acho que ficará para segunda-feira e terça-feira. Aí, por mim, faço já uma reunião na quarta-feira. Mas não sei se vai ter sessão na quarta, porque tem feriado na quinta [Corpus Christi]. Eu vou estar aqui. E na outra semana já será a última semana de junho, que é a semana de São João no Nordeste e poderemos ter também problema de quórum.”

Pois é.