Macaíba: Projeto Sexta-feira sem Aedes chega a Riacho do Sangue

Na manhã desta sexta-feira (12/07), o projeto Sexta-feira sem Aedes chegou à comunidade rural de Riacho do Sangue, que conta com aproximadamente 800 residências, segundo os profissionais de saúde envolvidos na ação de hoje, que incluiu Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes de Combate às Endemias (ACE), enfermeiras, equipe de Vigilância Sanitária, coordenação da Vigilância em Saúde (endemias) e populares voluntários, explicou a coordenadora Josélia Nascimento.

Houve distribuição de materiais educativos, com orientações aos moradores e aplicações de inseticidas contra o mosquito Aedes aegypti em locais estratégicos. O projeto Sexta-feira sem Aedes foi lançado em fevereiro de 2017 pela Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Saúde, e já passou por diversos bairros e comunidades, como, por exemplo: Loteamento Esperança, Vilar, Campinas, Alfredo Mesquita, Campo das Mangueiras, Campo da Santa Cruz e Eldorado dos Carajás. Brevemente, outros locais serão visitados.

Este projeto integra as ações do mutirão nacional de combate realizado em todos os estados visando intensificar junto à sociedade a identificação e eliminação dos possíveis focos dessa espécie de mosquito e alertar sobre as consequências de doenças por ele transmitidas: dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Ao mesmo tempo em que os profissionais de saúde visitavam as residências, uma equipe de limpeza pública coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMURB) fazia o trabalho de recolhimento do lixo e do entulho na localidade. Ou seja, um trabalho conjunto entre as duas pastas.

“Este trabalho é importante para a saúde da gente, né! Porque tirando daqui, a dengue não vai ficar. Me sinto feliz em ajudar”, disse o senhor Expedito José, mais conhecido como Birau, sobre o projeto Sexta-feira sem Aedes.

Fotos: Márcio Lucas e SMS

Assecom-PMM