Ditadura: João Marques é proibido de analisar documentos da educação - Informativo Atitude

Ditadura: João Marques é proibido de analisar documentos da educação

A tensão aumenta entre o sindicalista e o prefeito Bob Filho (Emídio Junior). Essa semana foi palco de mais uma polêmica envolvendo o atual prefeito. O que acontece é que nos chegou a notícia que o atual prefeito estaria proibindo o acesso a documentos importantes, só lembrando que os documentos solicitados pelo professor João Marques, são públicos e por essa razão não deveriam ser negados. Segundo o professor e a professora Hosana, eles foram recebidos de forma truculenta por um funcionário da educação que foi claro, dizendo que nenhum documento seria levado. O mesmo também proibiu que fossem tiradas cópias ou fotografias dos documentos.

PROIBIDO
Na semana passada algo parecido aconteceu com o vereador Igor Targino onde o mesmo pediu cópias de uma vasta documentação para analisar, e lhe foi dito que para fazer essa análise, o mesmo teria que ir na prefeitura. Igor foi acompanhado do seu chefe de gabinete o advogado Celinho que foi impedido de entrar na prefeitura, devido a pandemia, mas sabemos que isso não passou de uma desculpa para impedir a entrada de Celinho. O vereador também foi proibido de levar ou bater cópias de qualquer documento.

DITADOR


O atual prefeito já e visto por muitos como um ditador que governa a prefeitura com mão de ferro. Onde já se viu negar acesso a documentos que são públicos, afinal o que ele teme para mostrar essa documentação? Será que existe alguma falcatrua? Bem, só podemos mostrar se existe ou não quando tivermos acesso a esses documentos.
FARSA
Mais depois de ver tantas coisas como o concurso ainda sem data definida para acontecer, colocar uma cooperativa na educação que pagaria bem menos aos professores e o fim das diárias operacionais tão prometidas ao logo do seu mandando como vereador e durante a campanha podemos ver realmente que o povo elegeu uma farsa ou melhor um tirano fantasiado de salvador.