BASTIDORES: GANHA FORÇA TESE QUE COVID ESCAPOU DE LABORATÓRIO - Informativo Atitude

BASTIDORES: GANHA FORÇA TESE QUE COVID ESCAPOU DE LABORATÓRIO

O cerco se fecha em torno da China e da tese de que a covid escapou do Instituto de Virologia de Wuhan (IVW), laboratório chinês que até o início da pandemia realizava extenso estudo sobre o coronavírus de morcegos. O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, mandou suas agências de inteligência ‘dobrarem os esforços’ na investigação dessa suspeita, que ganhou força após relatório de inteligência virar as manchetes nos EUA. No Brasil, a mídia lacradora ainda vê isso como “teoria da conspiração”.

UM MÊS ANTES DO INÍCIO

O Wall Street Journal apurou que em novembro de 2019 pesquisadores do IVW acabaram nos hospitais com sintomas “compatíveis com Covid”.

SE É DE TRUMP, É FAKE

O ex-presidente Trump mandou investigar a suspeita de que o Covid escapou de laboratório chinês, mas foi acusado de difundir “fake news”.

INDÍCIOS NÃO FALTAM
O IVW foi o primeiro laboratório com nível 4 de biossegurança na China. Diplomatas americanos alertaram para perigos da operação, em 2018.

 INQUESTIONÁVEL

A morte do médico chinês que tentou alertar sobre o surto de coronavírus provocou uma onda sem precedentes de revolta e indignação popular na China.

Isso é tão inquestionável, que jornalistas e médicos que tentaram noticiar sobre a nova doença e seu nível de contaminação, foram perseguidos e presos. Sem falar, que outros simplesmente desapareceram.

ESQUERDA LACRADORA

A esquerda do nosso país, anda com uma viseira de fazer inveja a qualquer jumento de carroça, pois só enxerga aquilo que quer, ou deseja, perdendo no decorrer do caminho, todo e qualquer compromisso com a verdade. Podemos ver muitos dessas pessoas defendendo regimes como Cuba e Venezuela, países em que a liberdade pregada por esses esquerdistas passa longe e o sofrimento do povo e algo bem comum. O comunismo ou socialismo, prega apenas a miséria para todos, pois a fartura apenas para quem vive em um pequeno núcleo desses governos opressores.