Aumento: Cesta básica de Natal teve a quarta maior alta entre as capitais em 2019

Apesar de ter ficado com o quarto menor valor entre as 17 capitais pesquisadas, a cesta básica de Natal foi a que teve a quarta maior alta em 2019, que alcançou mais de 12%, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).
Esse aumento representa quase 3 vezes o percentual de inflação, que foi de 4,48%, e do reajuste do salário mínimo do ano passado, que ficou em 4,1%.
Assim, o trabalhador da capital potiguar que recebe um salário mínimo teve que trabalhar 84 horas e 36 minutos para comprar os itens essenciais no último mês do ano de 2019. Cerca de 8 horas a mais do que no mês anterior e de 6 a mais que em dezembro de 2018.

Gustavo Negreiros