Macaíba: Operação Tempo Fechado – Parte I “Vendendo a Alma ao Diabo” - Informativo Atitude

Macaíba: Operação Tempo Fechado – Parte I “Vendendo a Alma ao Diabo”

ALGUNS DIAS ATRÁS

J.Soares: você está ficando doido? Não faz nem um mês que soltamos uma bomba onde o ministério público ainda está apurando.

Dejackson: Lindoarte, antes que você fale, eu já sei que você vai dizer “ Calma, relaxe, vai dar tudo certo”.

Lindoarte: (Risos) Eu não sabia que entre seus vários dons, estava o poder de ler mentes, Deja.

Dejackson: Não preciso ler mentes para dizer algo que você sempre diz quando as coisas vão ou ficam tensas, afinal, nós somos amigos há mais de 20 anos.

Lindoarte: então vamos voltar à pauta e vamos votar.

J. Soares: olha, eu não me sito muito confortável com todo esse volume de denúncias, mas já que o site começou, deve ir até o fim.

Lindoarte: Deja?!

Dejackson: Homi, eu já estou na merda mesmo, então, meu voto é sim!

Então, em uma manhã com nuvens escuras e carregadas, nascia a “Operação Tempo Fechado”.

AMEAÇAS

A reunião aconteceu após uma série de denúncias, ditas por uma nova fonte e com um agravante, pois havia rumores que o ex-secretário José Luiz, mais conhecido como “Meu Querido”, teria sido supostamente ameaçado, após fazer várias revelações nas redes sociais e no Programa Opinião Sociedade em Foco.

PREOCUPADOS

Preocupados com as possíveis consequências de uma nova leva de denúncias, fizemos uma reunião para traçar se íamos ou não dar prosseguimento a “Operação Tempo Fechado”, e como foi mostrado no texto acima, de forma unanime decidimos dar prosseguimento.

JOGO PESADO

José Luiz, teria revelado a alguns amigos que o jogo que está por trás da Prefeitura seria pesado, e o mesmo estaria refletindo se seguiria adiante ou não com algumas denúncias. O ex-secretário confessa que fez uma escolha errada, mas que nunca imaginou que as coisas chegariam a esse ponto.

O SURGIMENTO DE NOVOS DELATORES  

Após a série o “Livro das Revelações”, surgiram mais três pessoas dispostas a nos fazer mais revelações, ou melhor, denúncias. Um teria trabalhado ativamente na campanha e teria visto de perto alguns acordos sendo costurados, outro teria ajudado em troca de um espaço para um familiar e o terceiro, bem, esse não disse o que teria sido prometido, mas seu olhar raivoso deixava claro que a sacanagem com ele teria sido grande.

VOLTANDO ATRÁS

Mas, após a primeira reunião um desses delatores deu macha ré, ainda não se sabe se foi por medo, ou devido ao seu pleito ter sido atendido, mas ele bloqueou todos os nossos números de contatos. Porém, antes de fazer isso ele nos revelou duas coisas que estamos analisando, são elas: a origem do Secretário de Obras, Alexandro, e uma oficina localizada em Parnamirim. Nos passou também, como funcionou a campanha de Emídio, que mais parecia um Carnaval fora de época, regado com muitos paredões e bebidas.

NÃO RECUARAM

O mesmo não aconteceu com as outras duas fontes, que não recuaram e nos forneceram elementos e provas para darmos prosseguimento a essa matéria. “Olha, quem colocou a empresa de iluminação foi um vereador que é amigo íntimo do dono da empresa”. Nossa fonte também nos forneceu o nome do vereador, que nessa matéria manteremos em sigilo, além disso, tem uma foto dos mesmos que comprovam os laços de amizade que existem entre ambos.

VENDENDO A ALMA AO DIABO

Essa voto de uma possível parição demoníaca, foi certamente um aviso de um mal pressagio. a Foto Foi tirada por Manoel Mauricio

“Na campanha de 2020 ele seria capaz de vender a alma ao diabo para conseguir a vitória”, alertou nossa segunda fonte, que fez um resumo prévio de como ele opera. Nas reuniões para tratar ou fechar acordos, ele só escreve, nenhuma palavra é dita. No início eu pensei que o rapaz estava com um problema vocal, mas na verdade ele estava mesmo era com medo de ser gravado. Mas só que no início ele não foi tão cuidadoso, e pela empolgação do momento, em alguns descuidos ele foi gravado. Quando ele ler essa matéria vai saber quem sou eu, vai saber que eu não tenho medo dele, nem de colocar a boca no trombone se for necessário.   

O TEMPO FECHOU

Como todos podem ver, o tempo realmente fechou. O desfecho dessa série promete ser um dos mais emocionantes e conturbadores já mostrado pelo nosso site.  Nossa equipe está preparando um verdadeiro arsenal de guerra, portanto, não percam a parte II da “Operação Tempo fechado” intitulada “Consequências”.