Jair Bolsonaro não recorre, e sentença de Adélio transita em julgado

Diferentemente do que anunciou há um mês, Jair Bolsonaro não recorreu da decisão judicial que considerou que seu esfaqueador, Adélio Bispo, deveria receber pena de internação, e não prisão.

Com isso, a sentença do juiz Bruno Savino transitou em julgado na última sexta-feira, 12 de julho.

Antagonista