ALERTA: Após confirmação de duas novas variantes da Covid-19 no RN, Sesap anuncia medidas e emite alerta

Ministério da Saúde confirmou no sábado (20) que as linhagens P1 e P2 foram identificadas em amostras coletadas entre os meses de dezembro e fevereiro
Novas variantes podem ser responsáveis por um maior contágio – Foto: Reprodução

Após a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) confirmar a circulação de novas variantes da Covid-19 no estado, a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) emitiu um alerta para a população sobre o risco das duas novas linhagens do SARS-CoV-2 (coronavírus), que possivelmente são associadas a um dispersão mais rápida do vírus.

O Ministério da Saúde confirmou no sábado (20) que as linhagens P1 e P2 foram identificadas em amostras coletadas entre os meses de dezembro de 2020 e janeiro e fevereiro de 2021, 23 amostras pertencem à linhagem P1. Destas, 15 delas são de Natal, duas de João Pessoa-PB, uma de Ingá-PB e uma de Conde-PB. Outras quatro são de pacientes da cidade de Manaus (AM), que foram internados no Hospital Universitário Lauro Wanderley em João Pessoa.

Além disso, 46 amostras confirmam a linhagem P2, inicialmente com comprovação de circulação no Rio de Janeiro, já circula no RN.

“O Governo do Estado e a Sesap reforçam a importância de intensificar todas as medidas de controle da transmissão do vírus, evitando aglomerações, intensificando as medidas de vigilância, isolamento de todos os sintomáticos, o reforço do isolamento social, o uso correto da máscara em todos os espaços públicos e privados para que a gente consiga conter essa segunda onda e reduzir o número de casos e consequentemente de internação, nesse momento em que a lotação dos hospitais públicos e privados encontram-se nos seus limites máximos”, disse Cipriano Maia, titular da Sesap.

O secretário afirma ainda que o sistema de saúde está sob intenso estresse, com trabalhadores apresentando sinais de esgotamento. “E essa notícia só reforça e confirma o acerto das medidas tomadas pela governadora e exige, cada vez mais, que todos os municípios intensifiquem as ações propostas no decreto e com isso a gente possa frear a transmissibilidade. Intensificar as ações de controle na atenção básica, na vigilância de cada município, para assim a gente conseguir ter êxito e reverter essa situação que assola o Brasil e o Estado do Rio Grande do Norte. O apelo é para que possamos reforçar todas as medidas, na parceria do governo com a sociedade para que possamos intensificar as medidas de controle”, acrescentou.

Ações intensificadas

Diante do crescimento da taxa de ocupação de leitos Covid no Rio Grande do Norte, com percentual acima dos 80%, o Governo do Estado informou que está trabalhando para abertura de 39 novos leitos críticos de UTI Covid na Região Metropolitana de Natal: nove no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), 10 no Hospital Giselda Trigueiro, 10 no Hospital de Campanha de Natal (com disponibilização de equipamentos), cinco em São Gonçalo do Amarante e cinco em Parnamirim.

Destes leitos, 13 já estão disponíveis, sendo seis no HUOL e sete no Hospital de Campanha de Natal. O Governo do Estado disse ainda que “entrará em parceria com os hospitais municipais fornecendo kits completos de UTI” para garantir a abertura dos leitos.  “Estamos numa força tarefa, finalizando os reparos estruturais para a montagem dos leitos com todo o suporte necessário”, afirmou Maura Sobreira, secretária adjunta da Sesap.

Fonte: Agora RN