PARA UM BOM ENTENDEDOR: Recado para a governadora Fátima

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, declarou em entrevista que vai ser preciso rever os termos do pacto federativo, visto que as críticas a reforma da previdência continuam mesmo após os governadores terem declarado apoio a proposta. Sem citar nomes, Maia mandou uma mensagem aqueles que serão beneficiados pela matéria, mas continuam a reclamar dela. Não precisa dizer que a governadora Fátima Bezerra é uma dessas.

“Aqueles que mais querem o pacto, são os que estão votando contra a reforma da previdência. Depois que terminar a previdência, tem que sentar e discutir o seguinte: com que condições nós vamos aprovar e avançar e outros projetos, porque é importante que esse jogo tenha a participação de todos. Nós votamos a previdência, tivemos o desgaste com alguma parte da sociedade e aí os maiores beneficiários são governadores dos estados que votaram contra. É legítimo votar contra, mas tem que saber que, fazendo isso, também tem um preço a pagar em relação ao que a União tem a oferecer de recursos para estados e municípios”, afirmou Rodrigo Maia.

Por Gustavo Medeiros