Violência Doméstica: Na Praia de Genipabu Marido e mulher morrem esfaqueados e irmão desabafa

O fotógrafo Giovanni Sérgio, irmão de Karenine Rêgo, que perdeu a vida nessa quinta-feira(16), na Praia de Genipabu após uma discussão que descambou para agressão, e provocou uma reação que culminou em ambos os envolvidos vindo a óbito por perfurações provocadas por uma faca, deixou um depoimento no BlogdoBG.

Na mensagem de Giovanni, ele deixa claro o que toda a família e amigos de Karenine sabiam que ela vivia um relacionamento totalmente abusivo, por muitas vezes agredida e silente.

O mais importante da mensagem é o ALERTA. Até quando mulheres vão se sujeitar a viver esse tipo de relacionamento? Quantas situações como essa ainda vamos ter que assistir e presenciar?

O nosso estado tem um dos maiores índices de violência doméstica, e a sociedade, por incrível que pareça, grande parte dela, assiste isso sem se dar conta da gravidade.

Segue a mensagem do irmão e fotografo Giovanni Sérgio:

“Está “tragédia em Genipabu” não foi resultado de uma única briga doméstica , mas, sim, um desfecho trágico de uma relação abusiva , uma modalidade atroz e covarde que é o crime de ódio baseado no gênero e na violência contra a mulher no ambiente doméstico. Perdi uma irmã, mulher que por anos foi vítima silenciosa do menosprezo pela condição feminina e que em ato final reagiu ao agressor. Na nossa dor um alerta para que homens lutem e mulheres reajam a essa brutalidade persistente pautada no ódio em função do gênero.”