[VIDEO] Imagem forte: Policial do RN mostra “efeito zumbi” provocado pela droga K9 - Informativo Atitude

[VIDEO] Imagem forte: Policial do RN mostra “efeito zumbi” provocado pela droga K9

Presidente do Sindicato dos Policiais Penais, Vilma Batista, que é policial penal, fez um alerta importante sobre um droga que tem chegado preocupado os integrantes da segurança pública brasileira: a K9. Vilma Batista publicou no seu perfil o Instagram imagens do efeito “zumbi” que a droga causa – as imagens são fortes.

“Muito forte as imagens e tristes, mas esse é o efeito que a droga K9 deixa nos seus usuários. Contra isso que estamos lutando, não podemos deixar que imagens como essas virem normais!” afirmou Vilma Batista.

Nesta semana, inclusive, a droga voltou a ser destaque nacional após a Polícia Civil de Campos do Jordão, no interior de São Paulo, deflagrou uma megaoperação para o cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão contra traficantes da droga k9, também conhecida como k4, spice ou maconha sintética.

A megaoperação, denominada Saturação k9, prendeu oito pessoas; entre elas, o chefe do tráfico de drogas local, conhecido como “Boy da K9”. De acordo com a Polícia Civil, ele foi o responsável pela introdução da droga em Campos do Jordão.

Proibida pelo PCC

Cem vezes mais potente que a maconha natural, a k9 teve a venda proibida na Cracolândia, no centro da capital paulista, pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), por causa do prejuízo causado ao tráfico pelos efeitos que a substância provoca nos usuários.

Reportagem do Metrópoles apontou que, em outros pontos de venda controlados pelo PCC na cidade, a comercialização da spice é permitida, mas o consumo no local está vetado, tamanho o comprometimento da integridade física e mental causado pela droga.

As restrições impostas pela facção criminosa ao consumo da maconha sintética se devem ao receio de os efeitos nocivos aos usuários atrair a atenção de serviços médicos e policiais, o que atrapalharia o tráfico de entorpecentes no local. A droga debilita os usuários física e psicologicamente, causando, em alguns deles, o chamado “efeito zumbi”.

About The Author