Veja quem são os alvos de operação que investiga manipulação de resultados de jogos do Brasileirão - Informativo Atitude

Veja quem são os alvos de operação que investiga manipulação de resultados de jogos do Brasileirão

Já foram revelados quatro dos 10 nomes de jogadores que o Ministério Público de Goiás (MPGO) apura na Operação Penalidade Máxima II, deflagrada hoje (18), para apurar a organização criminosa suspeita de manipular resultados esportivos de jogos de futebol profissional, inclusive da Série A do Brasileirão.

Confira quem são alguns dos alvos da segunda fase da operação:

Victor Ramos, ex-Palmeiras, Vasco e Vitória, e atualmente zagueiro na Chapecoense;
Igor Cariús, lateral-esquerdo do Sport Recife;
Kevin Lomonaco️, jogador do Red Bull Bragantino;
Gabriel Tota, jogador do Esporte Clube Juventude.

Os nomes foram citados pelo G1, contudo, estão longe de serem os únicos. Conforme apurado pela redação da 96 FM, até o momento, são pelo menos 10 jogadores citados no esquema – alguns aceitaram e outros negaram o pedido para “entregar” o jogo ou receber o vermelho, por exemplo. Em Pernambuco, inclusive, seriam dois e não apenas o atleta do Sport.

Em nota, o Sport de Recife e o Red Bull Bragantino se posicionaram. O Sport informou que “as condutas antidesportivas ferem princípios básicos e inegociáveis ao Clube, como a ética e moral, portanto, não condizem com a história do Sport”.

O Bragantino publicou um comunicado no site oficial e disse que “tem tolerância zero com qualquer atitude que possa ferir a idoneidade do esporte e vá contra os valores e dignidade de todos” (leia posicionamentos completos no fim da reportagem).

O g1 ainda entrou em contato com a Chapecoense e o Esporte Clube Juventude e aguarda retorno.

 

About The Author