Vacinação contra influenza começa segunda-feira em Macaíba - Informativo Atitude

Vacinação contra influenza começa segunda-feira em Macaíba

A Prefeitura de Macaíba, através da Secretaria Municipal de Saúde, inicia na próxima segunda-feira, 18, a Campanha de vacinação contra a Influenza 2024, em todas as 27 unidades de saúde do município, para o público prioritário, além da UPA e Policlínica, para profissionais da saúde.

A SMS recebeu 7.010 doses na primeira remessa que atenderá 25% do público prioritário que são crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses; trabalhadores da Saúde; gestantes; puérperas; professores do ensino básico e superior; povos indígenas; idosos com 60 anos ou mais; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das forças armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário; trabalhadores portuários; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

A secretária adjunta da SMS, Kelly Lima disse que está sendo avaliado ampliar o acesso em locais específicos, para atender os grupos. “Queremos disponibilizar a vacinação em pontos estratégicos para atender grupos específicos e alguns locais de trabalho para facilitar o acesso. Pois a vacinação é a forma mais segura e eficaz para prevenir a doença”, disse.

Segundo ela, para receber a vacina o usuário só precisa apresentar o cartão SUS e a comprovação de que se enquadra em um dos grupos prioritários. “A vacina Influenza é trivalente, indicada na prevenção da infecção pelo vírus influenza e protege contra as três cepas que causam doenças a H2N2, H1N1 e H3N2”, informou.

A influenza é transmitida por gotículas da fala, tosse ou espirro, pelo ar e ao tocar em superfícies contaminadas, e possui os seguintes sintomas: febre alta; dor muscular; dor de garganta; dor de cabeça; coriza; tosse; fadiga; em casos graves, dificuldade respiratória. O imunizante pode prevenir complicações decorrentes da doença, como internações e a sobrecarga nos serviços de saúde, além de minimizar sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19, e pode levar a óbito.

About The Author