Temos que ter muito cuidado com a Inframérica

Toda a atividade empresarial tem risco, menos para a Inframérica. Ela quer de volta o dinheiro “investido” no aeroporto de São Gonçalo, totalizando assombrosos R$ 700 milhões. Eles devem confundir investimentos com prejuízo operacional, mesmo tendo uma resolução suspeita da ANAC n° 533, que beneficia descaradamente a empresa. É bom o MPF abrir os olhos, porque o jogo é pesado. Já já teremos os defensores locais da Inframérica. Tem cada uma.

Gustavo Negreiros