Segunda rodada de negociações entre russos e ucranianos define criação de corredores para civis deixarem áreas atingidas - Informativo Atitude

Segunda rodada de negociações entre russos e ucranianos define criação de corredores para civis deixarem áreas atingidas

Foto: Reuters

O assessor da Presidência da Ucrânia Mikhail Podoliak afirmou que o encontro com os negociadores russos nesta quinta-feira (3), em Belarus, terminou sem grandes avanços no que se refere ao fim da guerra, mas os dois lados concordaram com a criação de corredores humanitários para retirar civis das áreas atingidas pelos conflitos.

O acordo envolveria também um cessar-fogo durante as operações de retirada da população, mas esse ponto voltará a ser discutido num terceiro encontro entre os dois países.

O negociador russo Vladimir Medinsky afirmou após o encontro que as posições dos dois lados são bastante claras e que a “questão mais importante” definida foi a de buscar salvar a população civil da Ucrânia.

“Vamos manter a possibilidade de cessar-fogo nesses corredores humanitários”, afirmou. Medinsky também declarou que espera que o conflito acabe logo.

Em um pronunciamento, outro negociador que esteve na reunião disse que o acordo vai garantir tranquilidade às famílias de ucranianos e estrangeiras, porque elas saberão que seus parentes estarão a salvo.

Os três participantes da negociação não fizeram menção alguma ao fim da guerra ou a outros pedidos feitos pelos dois lados do conflito.

Também nesta quinta-feira, o presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, sugeriu a Vladimir Putin, da Rússia, que ambos negociem o fim da guerra pessoalmente. O líder russo ignorou a proposta.

R7