Santo Antonio: Portando armas de grosso calibre, criminosos que roubaram banco em Santo Antônio do Salto da Onça são presos pela polícia em Natal - Informativo Atitude

Santo Antonio: Portando armas de grosso calibre, criminosos que roubaram banco em Santo Antônio do Salto da Onça são presos pela polícia em Natal

Foto: PC/RN

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta terça-feira (03), deram continuidade às diligências visando efetuar as prisões dos suspeitos de atuarem na explosão que possibilitou o roubo a um cofre de um banco no município de Santo Antônio do Salto da Onça. Os suspeitos, detidos por volta das 21h, na Avenida Senador Salgado Filho, zona sul de Natal, foram autuados por organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas, receptação e uso de documento falso.

A ação criminosa ocorreu na madrugada da última segunda-feira (02), por volta das 02h30min, contando com cerca de 15 suspeitos, portando armas de grosso calibre. Desde então, foram realizadas diversas diligências, até que os policiais chegassem à localização de uma “Frontier”, de cor prata, roubada no último domingo (1) e utilizada no roubo ao banco; o veículo estava trafegando na Avenida Senador Salgado Filho, próximo à Avenida Rui Barbosa.

Na ocasião, foi realizada uma abordagem e o suspeito Edvan Herculano Gama Júnior, mais conhecido como “Júnior BR’, 27 anos, foi preso com uma pistola .40, com 14 munições, uma espingarda calibre 12 com uma munição, além de uma munição de fuzil calibre 5.56, um coquetel molotov e 300 gramas de cocaína.

Edvan Herculano foi conduzido para a base da DEICOR, onde assumiu a posse dos materiais apreendidos. Logo após, foram realizadas outras diligências, no intuito de prender um outro suspeito de atuar com Edvan Herculano, no bairro de Felipe Camarão, zona oeste da capital potiguar. Ao longo da ação policial, Adailton Pereira Cardoso, mais conhecido como “Jurubeba” ou “Malvadão”, 27 anos, suspeito de atuar com Edvan Herculano, apresentou um RG falso, além de ter sido encontrado, na sua residência, munições de calibre 12; Adailton Pereira também foi conduzido para a DEICOR.

As diligências se estenderam durante toda a madrugada, encerrando-se por volta das 6h desta quarta-feira (04). As investigações continuam até que todos os envolvidos na ação criminosa sejam identificados e presos. Edvan Herculano e Adailton Pereira foram encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça.

Essa é mais uma ação integrada à operação HÓRUS do programa V.I.G.I.A. da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (SEOPI/MJSP).

BG