Preço da gasolina poderá ficar estável por até 15 dias, diz Petrobras

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira um mecanismo de proteção financeira que permitirá manter o preço da gasolina estável até 15 dias.

O mecanismo chamado hedge é opcional e visa reduzir a variação no preço do combustível sem afetar o resultado financeiro da estatal.

A nova ferramenta foi anunciada pelo diretor financeiro da Petrobras, Rafael Grisolia, e pelo diretor de refino e gás natural, Jorge Celestino. Eles concederam uma entrevista para explicar a decisão, na sede da Petrobras, no centro do Rio.

Segundo os diretores, o mecanismo é resultado de uma evolução na precificação de combustíveis no Brasil e não altera a política de preços da Petrobras. Rafael Grisolia disse que a petroleira recorrerá ao hedge em momentos de alta volatilidade nos preços.

Ao invés de reajustes diários, a Petrobras poderá segurar os preços por um período de, no máximo, 15 dias, realizando operações financeiras no exterior.

Ao final do período, o reajuste aplicado será sempre igual ao resultado das variações diárias do barril de petróleo e do câmbio, para que a Petrobras mantenha a paridade com o mercado internacional.

Ainda de acordo com Rafael Grisolia, realizar essa operação por um período maior do que 15 dias já impactaria os resultados da estatal. A decisão já foi anunciada para o mercado e está em vigor..

Informações da Radioagência Nacional

Imagem ilustrativa: Arquivo/EBC

Administrador

Deixe uma resposta