Polícia Civil encontra homicida vivendo em casa de luxo na frente da praia em Pirangi - Informativo Atitude

Polícia Civil encontra homicida vivendo em casa de luxo na frente da praia em Pirangi

Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) e a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), deram cumprimento, neste sábado (7), a um mandado de prisão contra Luiz Gonzaga da Rocha, conhecido como “Juninho”, de 36 anos, pelo crime de homicídio. O homem também foi autuado em flagrante por uso de documento falso e porte de drogas para consumo. A prisão faz parte da “Operação Paz” e ocorreu na praia de Pirangi do Norte, no município de Parnamirim, na Grande Natal.

O crime pelo qual Luiz Gonzaga da Rocha Júnior é investigado aconteceu no dia 13 de maio e foi filmado por câmeras de segurança da região Samambaia Sul, no Distrito Federal. As vítimas assassinadas são dois homens, de 31 e 29 anos. Eles estavam acompanhados de amigos, em frente ao Golden Park Hotel e a Boate Dubai Show, por volta das 7h. O grupo conversava próximos aos carros estacionados no local, quando ocorreu o ataque.

No momento da prisão, Luiz estava na casa juntamente com mais três homens e quatro mulheres, em um condomínio de alto padrão. Ao ser abordado pelos investigadores, o investigado apresentou um documento falso com o nome de Márcio Antônio Júnior. Junto com ele também foi encontrada uma porção de substância semelhante a droga, popularmente conhecida como maconha.

A “Operação Paz”, que teve início no início de setembro, ocorre simultaneamente em 12 estados da federação e é coordenada nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). Todas as forças de segurança estaduais participam das ações. O objetivo da operação é combater as Mortes Violentas Intencionais, agindo sobre os fatores que mais fomentam tais crimes, como o tráfico de drogas e a formação de organizações criminosas.

Em um mês de operação no RN, 147 prisões foram realizadas pela Polícia Civil. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Fonte: Portal Grande Ponto

About The Author