Pais de Walewska pedem que viúvo perca o direito à herança - Informativo Atitude

Pais de Walewska pedem que viúvo perca o direito à herança

Foto: Reprodução

Pouco mais de dois meses depois da morte de Walewska, os pais da ex-jogadora de vôlei, senhor Geraldo e dona Aparecida, resolveram falar pela primeira vez. O casal deu uma entrevista ao Fantástico, no domingo (03/12), e rebateu alguns pontos levantados pelo viúvo da filha. Além disso, a advogada da família revelou que estão pedindo que ele perca o direito à herança. Walewska faleceu no dia 21 de setembro, aos 43 anos, após cair do 17º andar do prédio onde morava com o marido, Ricardo Mendes.

O primeiro questionamento aos pais foi a respeito do relacionamento deles com Ricardo. Senhor Geraldo contou que, mesmo na presença dos pais, ele xingava a filha: “Considerava ele, assim, igual um filho. Tratava ele bem porque era marido dela. Queria que os dois estivessem bem”, começou ele, antes de completar:

“E na presença dos pais, ele às vezes maltratava ela. Nós chegamos a assistir briga dele com ela. Eu levando eles para o aeroporto e ele xingar ela dentro do carro comigo. Eu ficava assim, chateado. Eu olhei pra ele assim e ele parou de falar. O marido tratar mal a mulher perto dos pais. A gente imaginava: ‘E longe da gente, o que não pode acontecer?’”, questionou o pai da ex-jogadora de vôlei.

O casal lembrou que a última conversa que teve com Ricardo foi no dia da morte da filha e aproveitaram para negar que tenham impedido que ele fosse ao velório: “Eu falei: ‘Você vem para o velório?’. [E ele respondeu] ‘Ah, infelizmente não vou, sabe? Estou abalado, não vou, não vou’”, lembrou Dona Maria.

Um mistério ainda ronda o patrimônio deixado por Waleska. Os pais da ex-atleta descobriram, através de um ex-consultor financeiro, que ela investia muito em imóveis e que, até 2019, último ano que o especialista trabalhou para ela, era 23 ao todo, 22 deles em São Paulo. Mas parece que sobrou apenas um.

“Entre 2019 e agora 2023 a família não teve mais acesso. Sabemos que, na verdade, toda aquela relação de imóveis não existe mais. Tem um imóvel só. Foi afirmado pelo próprio Ricardo que não tem mais imóveis. Pra quem foi vendido? Como foi vendido? Quem pagou? Como pagou? Tudo isso é a resposta que a família está precisando nesse momento. E o Ricardo precisa apresentar. Não foi apresentado”, declarou a advogada da família de Walewska, Maria Toledo.

Ricardo e Walewska eram casados em comunhão parcial de bens e hoje o viúvo é inventariante da ex-jogadora de vôlei. Com isso, ele é o responsável por administrar tudo o que ela deixou.

À polícia, logo após a morte de Walewska, o marido revelou que o casamento estava passando por uma crise e que a mulher era viciada em compras, delapidando todo o patrimônio do casal. O pai dela rebateu:

“Comprar roupa, comprar as coisas pra ela, mas vender imóvel para gastar dinheiro? Ela não tinha essa compulsão. Essas coisas de ele falar dela, eu acho que era muito feio para ele”, disse o pai. A mãe dela ainda completou: “Ele está tentando manchar a imagem dela”.

Metrópoles

About The Author