Um jovem de 30 anos morreu de covid-19, na cidade de Assis (SP), em 17 de abril, data em que se casaria com a sua noiva. Bruno Silva e Beatriz Miranda escolheram a data porque, no dia seguinte, completariam 11 anos desde o início do namoro.

Toda a família do rapaz foi contaminada pela doença, mas o estado clínico de Bruno se agravou e ele precisou ser transferido para o Hospital Regional de Assis em 31 de março com falta de ar e dores no corpo.

Uma tomografia foi realizada e a equipe médica identificou que ele estava com 50% do pulmão comprometido pelo novo coronavírus. A situação dele acabou se agravando após 10 dias de internação e ele teve que ser levado para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

A vítima ficou com baixa saturação e cansaço excessivo, tanto que tinha dificuldade para realizar movimentos como trocar de roupa, tomar banho, sentar e até mesmo falar. No dia 14 de abril, o pulmão de Bruno estava 85% comprometido.

Ele chegou a usar a máscara VNI, que serve para melhorar os níveis de oxigenação e diminuir o desconforto respiratório. Porém, em 15 de abril, o rapaz precisou ser entubado.

Em 17 de abril, data em que Bruno se casaria, Beatriz e a família de Bruno foram informados que ele morreu em decorrência das complicações da covid-19, apesar de não ter nenhuma comorbidade.

UOL

PERDIDO


Para muitos, o atual prefeito Bob Filho (Emídio Júnior) está perdido, ou talvez muito mal orientado, pois o que estamos vendo é uma verdadeira avalanche de denúncias de possíveis licitações e dispensas cheias de vícios e direcionamentos.

SEM CONCURSO


Enquanto o prefeito de São Gonçalo anuncia a retomada do concurso para esse ano, o atual prefeito Bob Filho continua em silêncio. Como já postamos aqui, Bob não tem a intenção de promover o concurso agora, pois estaria exatamente focado nas eleições de 2022, onde pretende apoiar o deputado Kleber Rodrigues.

DESAFIO


Nossa equipe desafia o atual prefeito a anunciar as provas do concurso para esse ano, até porque nosso município hoje é qualificado como uma área segura. A tendência do vírus e sua onda de contaminação é diminuir, pois, eu acho muito mais arriscado hoje irmos ao supermercado do que fazermos uma prova para o concurso.

SÓ ENROLANDO


Eu quase me acabei de rir assistindo a entrevista de Emídio ao Macaíbei, pois eu nunca presenciei uma criatura tão dissimulada e escorregadia como o atual prefeito. Duas perguntas me chamaram a atenção, uma delas foi sobre a diária operacional para a PM e a outra foi a realização do concurso. Como sempre, Bob respondeu de forma aleatória o que antes era simples como as diárias operacionais, hoje virou assunto que precisa do parecer do Tribunal de Contas, quanto ao concurso, ele disse que estava dependendo da pandemia, mas nós estamos afirmando que o rapaz está só enrolando e qualquer criança pode perceber isso. Veja abaixo um vídeo onde Bob mostra como era fácil colocar as diárias operacionais em funcionamento em Macaíba.

DESEJO


Quem festejou mais uma primavera foi o ex-prefeito e atual vereador, Luizinho. Pelo que estamos sabendo, Luizinho teria feito um único pedido: queria ter o mesmo prestígio de Lobinho, que diferente do vereador, foi recebido no gabinete do prefeito que virou até Uber. Não que Lobinho não mereça, pois é uma figura muito querida em toda cidade, inclusive ganhou mais visibilidade após ser aprovado no ENEM. Lobinho é um ser humano puro de um coração nobre, na visão de muitos, isso não passa de uma jogada publicitária, para que o Prefeito tente resgatar sua imagem que está bastante queimada na cidade. Para ajudar Lobinho, o prefeito deveria ter dado o notebook que as redes sociais estão querendo dar através de uma vaquinha solidária. Para se ter uma ideia, Luizinho tem tomado verdadeiros chás de cadeiras quando vai a prefeitura falar com o prefeito, em uma destas, o pai de Netinho chegou a esperar 5 horas após ter marcado uma reunião com Bob Filho e não ser recebido pelo mesmo.

 

SÓ DEUS 

Essa semana, o atual prefeito sentiu na pele que sua queimação tinha atingindo níveis altíssimos e resolveu pedir socorro a Padre Nunes. Não demorou muito para que a foto recebesse um monte de críticas. Muitos eleitores começaram a questionar a presença do Prefeito ao lado Padre e se aquela foto era um pedido de socorro a sua imagem. Logo depois a foto foi retirada, pois o tiro publicitário saiu pela culatra.

RECLAMAÇÕES

As reclamações continuam, tanto com relação a cooperativa, como também, com relação a coleta de lixo. Na educação o atual prefeito colocou a cooperativa, o que revoltou uma das principais classes trabalhistas do município e que votou maciçamente nele nas eleições de 2020. Já na limpeza, o atual prefeito tirou a TCL e colocou a LIMPE JÁ, que tem gerado uma série de reclamações.

AFINAL, QUEM MANDA?

Em Macaíba, cresce nas rodas de conversas que quem manda na prefeitura é o deputado estadual Kleber Rodrigues. Esse boato vem ganhado força após a entrada da cooperativa que é comandada pelo secretário de educação de Monte Alegre.

 

Morreu nesta sexta-feira (30) o ex-prefeito de Macaíba, Silvan Pessoa e Silva, por complicações causadas pela Covid-19. Ele tinha 75 anos.

Segundo o blog Portal dos Fatos do RN, Silvan elegeu-se para o cargo de prefeito constitucional da cidade de Macaíba no pleito de 15 de novembro de 1976, pelo partido da Aliança Renovadora Nacional(ARENA), governando o município de 31 de janeiro de 1977 a 1983 de janeiro de 1983.

Ele foi vice-prefeito do município de 1993 a 1996, na gestão da ex-prefeita Odiléia Mércia da Costa. Antes disso, exerceu o cargo de vereador e foi presidente da Câmara Municipal de Macaíba no biênio 1971-1972.

Exerceu ainda, cargos de secretário municipal de Macaíba e em Caraúbas (onde exerceu os cargos de secretário das pastas de Governo e Administração).

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros


Na política, a conveniência e a hipocrisia imperam, inclusive sobre os que se dizem irredutíveis em questões de “princípios”. Vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) hoje é só elogios ao colega relator Renan Calheiros (MDB-AL), mas o conceito já foi outro. Em 2013, Renan voltou a disputar a presidência do Senado após renunciar para escapar de mais um escândalo de corrupção. Na ocasião, Randolfe disse que o “grande inimigo da República era o uso privado da coisa pública”.

ALVO DEFINIDO

Em 2019, Randolfe foi o grande defensor da proposta de voto aberto na eleição para presidente do Senado, para inviabilizar Renan Calheiros.

POÇO É FUNDO

Renan incentivou Kátia Abreu a tirar Alcolumbre da cadeira de presidente aos gritos de: “tira ele daí”. Randolfe não titubeou: “É o fundo do poço”.

INIMIGO DO MEU INIMIGO

Atualmente, Randolfe defende Renan e debocha da Justiça. Chamou a decisão que o afastava da relatoria de “liminar cloroquina, sem eficácia”.

PASSADO RECENTE

Renan renunciou à presidência após escândalo com denúncias de que uma empreiteira pagava pensão para uma filha tida fora do casamento.

Claudio Humberto

TEM (Tribunal Especial Misto) formou maioria, nesta sexta-feira (30), para para aprovar o Impeachment do Governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC). Com o voto de Alexandre Freitas (Novo), o tribunal alcançou os sete votos necessários (dois terços) para a condenação e agora Witzel está definitivamente fora da gestão estadual.

Os desembargadores Fernando Foch de Lemos Arigony da Silva, José Carlos Maldonado de Carvalho e Maria da Glória Bandeira de Mello e os deputados estaduais Carlos Macedo (Republicanos), Chico Machado (PSD) e Waldeck Carneiro (PT) também já haviam votado a favor.

O lendário craque argentino Diego Armando Maradona foi “abandonado à própria sorte” pela equipe de saúde que o atendeu nos dias anteriores à sua morte, em 25 de novembro de 2020, com um “tratamento inadequado, deficiente e imprudente”, segundo um relatório.

A junta médica que investiga a pedido da justiça as causas da morte determinou em um documento de 70 páginas que Maradona “começou a morrer pelo menos 12 horas antes” do momento em que foi encontrado sem vida em seu leito e sofreu um “prolongado período de agonia.”

O relatório foi elaborado por uma comissão interdisciplinar de 20 peritos convocada pela Procuradoria-Geral de San Isidro, na periferia de Buenos Aires, que busca determinar se a morte de Maradona pode ter ocorrido por abandono de pessoa ou homicídio culposo (involuntário).

O ídolo argentino morreu no dia 25 de novembro, aos 60 anos, sozinho em sua cama em uma casa alugada em um bairro privado ao norte de Buenos Aires, onde se recuperava após uma operação de um hematoma na cabeça, e onde ele supostamente estava com internação domiciliar.

O relatório da junta médica conclui que o capitão da seleção argentina campeã do mundo no México em 1986 “teria mais chance de sobrevivência” se tivesse tido uma internação adequada e em um centro de saúde polivalente. “Levando em conta o quadro clínico, clínico-psiquiátrico e o mal estado geral, deveria ter continuado a sua reabilitação e tratamento interdisciplinar em uma instituição adequada”, insistiu a junta.

Os especialistas indicaram que Maradona “não estava em pleno uso de suas faculdades mentais, nem em condições de tomar decisões sobre sua saúde” no momento em que deixou a clínica de Olivos, onde havia sido submetido a uma cirurgia na cabeça.

Nos dias anteriores, o ex-astro do Napoli e do Barcelona havia insistido em deixar a clínica e se recusado a ser encaminhado para outro centro de saúde, segundo o seu médico pessoal, Leopoldo Luque, um dos investigados.

Entre as conclusões, a banca sustenta que “foram ignorados os sinais de risco de vida que apresentava” e os cuidados de enfermagem nestas últimas semanas “estão repletos de deficiências e irregularidades” e com falta de exames.

“A equipe médica assistencial representou plena e cabalmente a possibilidade do desfecho fatal em relação ao paciente, sendo absolutamente indiferente a essa questão, não modificando suas condutas e plano médico/assistencial traçado, mantendo as omissões prejudiciais acima mencionadas, abandonando ‘à própria sorte o estado de saúde do paciente’, acusam os peritos no relatório.

Estadão Conteúdo

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (30):

– O país registrou 2.595 óbitos nas últimas 24h, totalizando 403.781 mortes;

– Foram 68.333 novos casos de coronavírus registrados, no total 14.659.011 milhões pessoas já foram infectadas.

Um homem preso por suspeita de tráfico pegou a arma do escrivão Aloísio Alves Lima, 60anos, e matou o agente durante um depoimento na Delegacia Regional de Tauá, no interior do Ceará, na madrugada desta sexta-feira (30). O crime aconteceu por volta das 2h.

Conforme o delegado Danilo Távora, titular da Delegacia Regional de Tauá, Antônio Josivan Lopes Silva, 30 anos, suspeito de atirar contra o agente, chegou à delegacia após ser capturado na cidade de Pedra Branca, em uma ocorrência de tráfico de drogas. Na ocasião, outro homem também foi preso.

Quando os dois detidos estavam na sala do escrivão, Antônio Josivan, mesmo algemado, conseguiu pegar a arma do policial civil e atirou contra ele. Aloísio Alves foi atingido com um tiro na nuca. “Não temos como precisar em que momento ele teve acesso à arma, pois os suspeitos estavam sozinho com o escrivão dentro da sala”, disse o delegado.

Houve troca de tiros entre o suspeito e outros policiais na delegacia, segundo o delegado Danilo. Josivan coseguiu fugir e o outro homem que estava com ele foi recapturado.

Uma ambulância do Samu foi acionada para socorrer Aloísio Alves, mas o agente já chegou ao hospital sem vida.

Equipes do Comando Tático Rural (Cotar) da Polícia Militar e da Polícia Civil realizam buscas na região para tentar capturar o suspeito.

Fonte: Portal Grande Ponto