Glenn Greenwald, cúmplice de hackers, disse hoje em entrevista:

“Nós ficamos muitas semanas planejando como proteger a nós e a nossa fonte contra os riscos físicos, riscos legais, riscos políticos, riscos que vão tentar sujar a nossa reputação.”

Mas ele não afirmou que a fonte do seu material contra Deltan Dallagnol e Sergio Moro é anônima? Como ele pode proteger uma fonte anônima?

Os principais partidos de oposição e legendas de centro têm feito reuniões para decidir como agir no caso do escândalo das mensagensdo ministro Sergio Moro, da Justiça, com procuradores da Operação Lava Jato.

Há um consenso: é preciso ter paciência e esperar Moro “sangrar” ainda mais antes de abrir guerra total contra ele, criando uma CPI.

A ordem é esperar por novas revelações do site The Intercept Brasil, que publicou as primeiras reportagens no domingo (9).

A expectativa é de que novas mensagens piorem ainda mais a situação de Moro.

O ambiente para Moro está complicado mesmo entre os que sempre apoiaram a Lava Jato. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), por exemplo, diz que o caso “é um escândalo”.

“O combate à corrupção não pode passar por meios jurídicos espúrios”, diz Randolfe. O mais grave, diz, é o fato de que “elementos estranhos ao processo eleitoral”, como os procuradores, possam ter influído no resultado do pleito.

MÔNICA BERGAMO

NOVA CRISE PODE TER OBJETIVO DE IMPEDIR A REFORMA

O ministro Sérgio Moro ao lado do presidente Jair Bolsonaro logo após o encontro no Palácio da Alvorada nesta terça (11) — Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Setores de inteligência do governo tratam com desconfiança o furto e a divulgação de conversas, em aplicativo de mensagens, entre o então juiz e hoje ministro Sérgio Moro (Justiça) com procuradores da Lava Jato.

Por dever de ofício, “arapongas” sempre acham que nada é o que parece. E recorrem à velha pergunta “a quem o crime beneficia?” para lançar suspeita contra quem tenta atrapalhar a reforma da Previdência.

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO

Desconfiados analistas de inteligência acham até que um procurador contra reforma pode ter vazado as mensagens para gerar crise política. pois é tecnicamente impossível que todas essas informações aparecem agora justamente quando a reforma está bem encaminhada e sendo vista com bons olhos.

ÉPOCA FOI A MESMA

A grave crise que quase provocou o impeachment de Michel Temer, em 2017, foi criada exatamente nessa fase da reforma da Previdência. Vale apena lembrar que na quela época Temer foi obrigado a recuar.

COM TEMER, DEU CERTO

Temer conseguiu evitar o impeachment, mas o custo político daquela crise custou a reforma da Previdência, lembram os arapongas! Com isso o Brasil, mergulhou em uma crise ainda maior.

A FORÇA DE BOLSONARO 

Pesquisa da empresa de consultoria Arko Advice com 109 deputados de 24 partidos indica que 75,22% declaram voto favorável à reforma da Previdência e 72,47% aprovarão o crédito extra de R$248,9 bilhões. Sem falar que as pessoas já sabem a importância da aprovação da previdência.

Com informações de Claudio Humberto 

A Prefeitura de Macaíba, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove a 1ª Ação Macaíba Saúde Cidadã, no distrito de Traíras, na próxima sexta-feira (14), das 8h às 12h, na Estratégia de Saúde da Família (ESF) local. Uma série de ações será oferecida para a população no evento.

Os moradores de Traíras terão à disposição gratuitamente atendimento médico, orientações com nutricionistas, atendimento psicológico, auriculoterapia (técnica de medicina alternativa), testes rápidos para detecção do vírus HIV, sífilis e hepatites virais, vacinação, aferição de pressão arterial e de glicose e atendimento odontológico. Também serão oferecidos corte de cabelo e serviços de manicure, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas). Outras edições da ação serão realizadas nos bairros, comunidades e distritos do município.

Foto: Márcio Lucas (Arquivo-PMM)

Assecom-PMM

Durante o V Fórum dos Governadores, que aconteceu hoje em Brasília, os governadores do Nordeste condicionaram a exclusão de pelo menos três pontos da reforma da Previdência, para fazer o debate e buscar consensos sobre a matéria.

Eles pediram a retirada das mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC), na aposentadoria rural e a desconstitucionalização do sistema de capitalização (poupança que o trabalhador faz para garantir sua aposentadoria no futuro).

“Deixamos claro que sem essas alterações não iremos prosseguir no debate”, afirmou a governadora do RN, Fátima Bezerra (PT).

Os governadores vinham sendo cobrados por uma participação mais efetiva na busca de votos pela aprovação da reforma da Previdência, uma vez que, as regras, se aprovadas, também devem alterar as conta dos do estado.

O encontro teve a presença do relator da proposta, Samuel Moreira (PSDB-SP), e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), além de 25 dos 27 governadores, com exceção do da Amazônia e do Maranhão.

Blogue do Saulo Vale

Roberto Fernandes está contratado e é o novo treinador do ABC para o restante da temporada, com a missão de salvar o clube alvinegro do rebaixamento para a Série D.

A negociação começou na manhã de segunda-feira (10) e foi finalizada nesta terça-feira (11), com Roberto Fernandes já chegando para comandar o ABC na partida de sábado contra o Sampaio Corrêa no Castelão, às 19h15.

O último trabalho de Roberto Fernandes foi no CRB, quando ele salvou o Galo do rebaixamento na Série B do ano passado e que perdeu pouco, foram apenas quatro derrotas. Ele venceu 13 jogos e empatou 15 vezes em 32 jogos, aproveitamento de 56,5%.

Roberto Fernandes dispensa apresentações, é um treinador vitorioso, trabalhador e que tem o perfil que o ABC necessita neste momento: disciplinador e pulso firme.

Entendo que o presidente Fernando Suassuna e o VP, Bira Marques, que conduziram o processo de negociação acertaram na mosca.

Agora é dar autonomia para que Roberto faça a reformulação necessária no elenco, que o ABC contrate as peças por ele indicadas para que seja possível um trabalho consistente de recuperação da equipe nos 11 jogos restantes, que garantem matematicamente uma margem para a manutenção na Série C de 2020.

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou nesta terça-feira projeto que autoriza operações de crédito de 248,9 bilhões de reais em créditos orçamentários fora da regra de ouro.

A matéria agora pode ser votada ainda nesta terça-feira em sessão conjunta do Congresso Nacional.

Prioritário para o governo, o projeto precisa ser aprovado nesta semana pelo Congresso para evitar prejuízos ao fluxo de pagamentos de gastos.

Fonte: Agencia Brasil

Nesta data de 11 de junho, quem comemora mais uma passagem natalícia é a Líder do Executivo na Câmara Municipal de Macaíba, vereadora Edma Maia.

Parabéns, Edma Maia! Saúde e paz, acima de tudo! 

Que seu caminhar seja sempre premiado com a presença de Deus, guiando seus passos e intuindo suas decisões, para que suas conquistas e vitórias, sejam constantes em seus dias.

Estes são os votos do blog Informativo Atitude!

Foto: Reprodução/GloboNews

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou por homicídio com dolo eventual – quando se assume o risco de matar – o ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello e outras sete pessoas pelas mortes de 10 atletas no incêndio no Centro de Treinamento do clube, em fevereiro deste ano.

A tragédia aconteceu em um alojamento improvisado com contêineres em uma área do Ninho do Urubu, como o CT é conhecido, em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio.

Muitos dos garotos não conseguiram fugir das chamas. Três jovens foram resgatados com ferimentos, e 13 escaparam ilesos.

O inquérito, assinado pelo delegado Márcio Petra, da 42ª DP (Recreio), também pede o indiciamento por dolo eventual de engenheiros do Flamengo e da empresa NHJ, responsável pelos contêineres, além de um técnico de refrigeração.

Indiciados

Danilo da Silva Duarte, engenheiro da NHJ;

Edson Colman da Silva, técnico em refrigeração;

Eduardo Bandeira de Mello, ex-presidente do Flamengo;

Fábio Hilário da Silva, engenheiro da NHJ;

Luis Felipe Pondé, engenheiro do Flamengo;

Marcelo Sá, engenheiro do Flamengo;

Weslley Gimenes, engenheiro da NHJ.

Em nota, o Flamengo informou ainda não ter sido notificado e que, por isso, não ia comentar o caso.

O ex-presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello também disse que ainda não tinha sido notificado e, por isso, não podia se manifestar.

Na investigação, a polícia observou as seguintes questões:

Conhecimento de que diversos atletas da base residiam no contêiner;

Estrutura incompatível com a destinação (dormitório);

Contêiner com diversas irregularidades estruturais e elétricas;

Ausência de reparos dos aparelhos de ar condicionado instalados no contêiner;

Ausência de monitor no interior do contêiner;

Recusa de assinatura do TAC proposto pelo Ministério Público do Rio de Janeiro para que fosse regularizada a situação precária dos atletas da base do Flamengo;

Piora das condições do alojamento dos jogadores da base, inclusive, no que se refere a segurança contra incêndio, assinalada nos autos de uma ação civil movida pelo MPRJ;

Descumprimento da ordem de interdição do CT editada pela prefeitura por falta do alvará de funcionamento e do certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros;

Múltiplas multas impostas pelo município diante do descumprimento da ordem de interdição;

Causa entre o cenário exposto e o incêndio.

Relembre o caso

No dia do incêndio, os jovens dormiam em um alojamento improvisado com contêineres quando o fogo destruiu a estrutura.

O laudo da Polícia Civil sobre a tragédia aponta que as chamas foram causadas por um curto-circuito em um dos aparelhos de ar-condicionado. O material do revestimento dos módulos permitiu que as labaredas se alastrassem.

Marcelo Ramos, presidente da comissão especial da reforma da Previdência, saiu mais cedo da reunião com governadores, mas disse ter sentido “um esforço” para se chegar a um texto que seja aprovado.

Ele comentou:

“Eu vou receber o relatório na quinta, já convoquei reunião para 9h30. Aí tem o pedido de vista coletiva [regimental] de duas sessões [do plenário]. Poderia ser feito um esforço para dar quórum na sexta, mas acho que ficará para segunda-feira e terça-feira. Aí, por mim, faço já uma reunião na quarta-feira. Mas não sei se vai ter sessão na quarta, porque tem feriado na quinta [Corpus Christi]. Eu vou estar aqui. E na outra semana já será a última semana de junho, que é a semana de São João no Nordeste e poderemos ter também problema de quórum.”

Pois é.