O ministro Ives Gandra do Tribunal Superior do Trabalho (TST), anunciou nesta sexta-feira que a Petrobras e funcionários chegaram a um acordo e que à greve da categoria, que durou 20 dias chegou ao fim.

O acordo só foi possível após uma reunião de conciliação que teve início na manhã desta sexta-feira. “O acordo foi no sentido de encerrar a greve. Não há mais margem para paralisação”, destacou o ministro.

O prefeito de Goianinha, Berg Lisboa, divulgou um vídeo nesta quinta-feira para dizer que não vai disputar reeleição.

Resta saber quem, do grupo de Berg e do irmão, ex-prefeito e ex-deputado Dison Lisboa, vai ser o candidato.

Os nomes cogitados são o de Flávia Montenegro, ex-mulher de Dison e o de Tuca, a filha que estuda Medicina em Campina Grande.

Na oposição, o nome da vez é o de Nira, mulher do ex-prefeito Júnior Rocha.

Júnior já foi aliado de Dison.

Chegou à Prefeitura de Goianinha, inclusive, com o apoio de Dison.

Mas a política tem dessas coisas e Júnior Rocha tem alegado, entre pessoas próximas, que vai questionar a possível candidatura de Flávia pelo fato dela não ser separada legalmente (no papel) de Dison, e ser cunhada do atual prefeito, dificultando juridicamente a provável, mas ainda não confirmada, candidatura.

Eis o vídeo onde o prefeito Berg anuncia que não vai disputar o mandato pela segunda vez.

https://www.thaisagalvao.com.br/2020/02/21/goianinha-berg-anuncia-que-nao-vai-disputar-reeleicao-e-oposicao-ja-escolheu-mulher-do-ex-prefeito-junior-rocha-como-pre-candidata/

Blog da Thaísa Galvão

 

A Polícia Federal comunicou ao Supremo que prendeu ontem Carlos Natanael Wanzeler, alvo de milhares de ações no Brasil pelo esquema de pirâmide financeira da Telexfree.

Ele deverá ser extraditado para os Estados Unidos, uma vez que tem nacionalidade americana e perdeu a brasileira.

O empresário foi preso em Búzios.

O ANTAGONISTA

 

Um homem foi condenado pela Justiça estadual do Rio Grande do Norte pelo estupro da sua própria irmão, de 11 anos, no município de São José do Seridó, na região Seridó potiguar. Os crimes aconteceram entre os anos de 2012 e 2013, segundo a Justiça. A pena determinada foi de 15 anos e seis meses de reclusão em regime fechado.

A sentença foi determinada pelo juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da comarca de Cruzeta. Segundo o processo, o réu aproveitava os momentos em que a mãe da vítima saía de casa, para agarrá-la e tocá-la, chegando a tirar sua roupa e a masturbar-se na frente dela. A sentença é da última quarta-feira (19).

“As pessoas da casa não puderam perceber de imediato o quadro que se desenhava, muito embora a genitora tenha narrado que a presença do réu em determinado cômodo da casa, afastava a presença da vítima. Aliás, restou demonstrado que as investidas se davam quando a genitora e sua companheira não estavam na casa, e que a menina tinha receio de revelar os fatos por temer acontecer algum mal”, afirma o magistrado.

Em sua sentença, o magistrado aponta que a materialidade do delito foi comprovada por meio do depoimento da vítima, pelas cartas encontradas escritas pela vítima, bem como pelo relatório do caso expedido pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), que informam a ocorrência da prática de atos libidinosos pelo acusado, inclusive com análise do perfil psicológico da vítima após os crimes.

“Tendo em vista que o delito em tela geralmente ocorre em oculto, às escuras, na clandestinidade, muitas vezes sequer deixando vestígios, o que acarreta enorme dificuldade na produção de provas, para evitar que tutela do bem jurídico em questão se torne inócua, a jurisprudência é pacífica no sentido de conferir especial relevância à palavra da vítima, não se vedando a condenação que nela se apoie, desde que o depoimento seja firme, coerente, hígido e harmônico, sem contradições dignas de notas, sendo compreensível, até certo ponto, que detalhes de menor importância colidam ou mesmo sejam omitidos devido aos traumas insuperáveis suportados por parte da pessoa ofendida”, explicou o magistrado.

Bruno Montenegro observou que o depoimento da vítima foi firme, coeso e harmônico desde o início, quando o caso foi descoberto pela ex-companheira da sua mãe, “sem nenhuma contradição digna de nota, devendo, portanto, ser valorado com a especial relevância que a jurisprudência lhe confere”. Aponta ainda que os fatos narrados pela vítima guardam estreita relação com as cartas por ela escrita e encontradas pela ex-companheira da mãe.

O juiz também entendeu que as declarações prestadas pelo acusado, negando a narrativa, em nada abalaram a palavra da vítima, por não desconstituírem o conjunto das provas apuradas no caso.

“Nesse aspecto, não é possível vislumbrar em seus depoimentos a ocorrência de qualquer circunstância que torne crível que a adolescente teria fantasiado ou inventado tais fatos. Inclusive, em que pese a constante negativa do réu, a mãe chegou a contar que, quando o acusado esteve preso, ele teria confessado os fatos para ela, e demonstrado arrependimento”, ressaltou o magistrado.

G1

Os bancos vão ficar fechados na próxima segunda e terça-feira de carnaval. Na Quarta-feira de Cinzas (26/02) o início do expediente será às 12h, no horário local, com encerramento em horário normal de fechamento das agências, segundo informações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Nas localidades em que as agências fecham normalmente antes das 15h, o início do atendimento ao público será antecipado, de modo a garantir o mínimo de 3 horas de funcionamento.

A Febraban orienta os clientes a utilizarem os canais digitais, como sites e aplicativo dos bancos, para a realização de transferências e pagamento de contas nos dias em que não houver expediente bancário nas agências.

As contas de consumo (água, energia, telefone etc.) e carnês com vencimento em 24 ou 25 de fevereiro poderão ser pagos, sem acréscimo, na quarta-feira (26). Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão da Febraban é antecipar o pagamento ou, no caso dos títulos que têm código de barras, agendar o pagamento nos caixas eletrônicos, internet banking e pelo atendimento telefônico dos bancos.

Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via DDA (Débito Direto Autorizado).

AGÊNCIA BRASIL

A Heinz Brasil anunciou, nesta quinta-feira (dia 20), um recall voluntário para 244 caixas de milho verde da marca Quero, devido à presença de bactérias. O produto é o tetra recart 200g do lote L08, com validade até julho de 2021. Segundo a empresa, foi identificado “potencial risco de presença de bactérias que podem causar náuseas, vômitos e/ou infecção intestinal”.

Os produtos foram fabricados no dia 8 janeiro deste ano e têm validade até 31 de julho de 2021. Até o momento, mais de 50% das caixas já foram recolhidas do mercado em todo o Brasil. Cada caixa contém 24 unidades do alimento, o que totaliza 5.856 produtos que serão retirados.

A descoberta aconteceu após uma inspeção padrão de rotina realizada pela equipe de qualidade da empresa em unidades que estavam no Centro de Distribuição da companhia. Análises foram feitas e um mapeamento da distribuição dos itens no mercado foi imediatamente iniciado, assim como o recolhimento.

Segundo a fabricante, nenhuma reclamação de consumidor referente ao lote em questão foi registrada até esta quinta-feira. A empresa recomenda, ainda, que os alimentos envolvidos no recall não sejam consumidos.

Os consumidores que compraram um produto desse lote devem entrar em contato com o serviço de atendimento a consumidor da empresa, pelo telefone 0800-16-5858 e pedir a substituição.

Veja a nota oficial da Heinz Brasil:

“Heinz Brasil informa o recolhimento voluntário de 244 caixas dos produtos Milho Verde Tetra Recart 200g, da marca Quero, fabricados em 8/01/2020 entre 06:30 e 23:00 e válidos até 31/07/2021, integrantes do lote L08 Val 07/2021, por potencial risco de presença de bactérias que podem causar náuseas, vômitos e/ou infecção intestinal, sobretudo em pessoas com baixa imunidade.

A Heinz Brasil recomenda que os produtos envolvidos nesta campanha não sejam consumidos.

Para substituição gratuita do produto, entre em contato imediatamente com o SAC pelo 0800 16 5858, de segunda a sexta, das 8:00 às 18:00h.

Extra

 

Forças de segurança em ao menos 12 Estados pressionam os governos locais por aumentos salariais. Em cinco deles, policiais já realizaram atos ou paralisações neste mês. A situação é mais grave no Ceará, onde o senador licenciado Cid Gomes (PDT) foi baleado na quarta-feira, 19, ao tentar entrar com um trator em um quartel amotinado. Deputados ligados à bancada da bala e ao bolsonarismo apoiam movimentos no Ceará, Espírito Santo e Paraíba, garantindo respaldo político às demandas dos policiais.

Levantamento feito pelo Estado, com base em redes sociais e informações de entidades de classe, aponta que há também sete Estados em que policiais civis e militares travam embates públicos com o governo em busca de melhor remuneração, embora não tenham feito atos ou paralisações.

No Ceará, o motim de militares começou com uma série de protestos por melhor remuneração em dezembro. Mascarados depredaram viaturas e tomaram quarteis. A Associação das Praças do Estado do Ceará (Asprace), entidade que representa cabos e soldados e vinha negociando com o governo, publicou uma nota em seu site informando que, diante de uma decisão judicial contrária à greve, não estava “promovendo atos grevistas”.

O presidente do Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados de Polícia (Adepdel) e uma das lideranças do movimento, Steferson Nogueira disse que não foram notificados sobre a decisão judicial que proibiu a paralisação e que ficaram sabendo por redes sociais.

Uma audiência foi marcada entre as entidades da categoria e o governo no próximo dia 28. “Há uma negociação em tramitação desde maio de 2019”, afirmou.

Nogueira afirma que, no momento, não há outra paralisação agendada e que não existe um diálogo com movimentos grevistas de outros Estados. Ele afirma que políticos locais têm apoiado o movimentos dos policiais, mas não citou nomes. Além disso, afirmou que conta com o apoio dos senadores José Maranhão e Daniella Ribeiro. A reportagem não conseguiu contato com os parlamentares.

Os protestos são convocados por redes sociais. “Saia do WhatsApp, saia da sua comodidade, junte-se a nós”, diz o coronel da PM Marcos Alexandre Sobreira, em um vídeo divulgado nas redes sociais pela Associação de Cabos e Soldados local.

A Secretaria de Segurança Pública da Paraíba diz que se articulada com a equipe econômica do governo para manter o diálogo com as categorias, “mesmo a possibilidade de greve e paralisação já ter sido considerada ilegal pela Justiça paraibana”.

Piauí, Pernambuco e Alagoas

No Piauí, um protesto reuniu cerca de cem servidores da área de segurança pública em frente à sede do governo estadual há três dias. Em resposta, o governador Wellington Dias (PT) aumentou o pagamento de operações especiais de R$ 100 para R$ 150 em dias de semana, e R$ 200 nos finais de semana. “O porcentual de ajuste será acima da inflação”, disse o governo, em nota.

Em Sergipe, a Polícia Civil parou por 24 horas na última quarta. Segundo o governo, há uma negociação que “não está sendo feita com os líderes das entidades de classe”, e sim com gestores da PM e da Polícia Civil.

Em Pernambuco e em Alagoas, policiais civis travam embate com o governo e ameaçaram greve durante o carnaval. Já entre os militares, há demandas em Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins. Neste último, a Associação dos Praças chegou a convocar assembleia para discutir realização de carreatas e contratação de outdoors.

Estadão

 

A Caixa Econômica Federal anunciou hoje (20) o lançamento de uma nova linha de crédito habitacional com taxa fixa. As contratações podem ser feitas a partir de amanhã (21) com juros de 8% a 9,75% ao ano, dependendo do tempo de financiamento e do relacionamento do cliente com o banco.

As condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80% do valor do imóvel. O cliente poderá escolher entre os sistemas de amortização SAC (com parcelas decrescentes), para contratos de até 360 meses, ou Price (parcelas fixas), para financiamento de até 240 meses.

No ano passado, o presidente da Caixa havia adiantado a intenção do banco em adotar o crédito habitacional pré-fixado. Nesta quinta-feira, ele explicou que agora, os clientes têm três opções de contratação: com correção pela Taxa Referencial (TR), definida pelo Banco Central; pela inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); ou sem correção.

ROBSON PIRES

Lembram-se da TelexFree?

A Polícia Federal comunicou ao Supremo que prendeu ontem Carlos Natanael Wanzeler, alvo de milhares de ações no Brasil pelo esquema de pirâmide financeira da Telexfree.

Ele deverá ser extraditado para os Estados Unidos, uma vez que tem nacionalidade americana e perdeu a brasileira.

ROBSON PIRES

Moradores de Upanema, na região Oeste potiguar, ficaram impressionados com grandes nuvens carregadas de chuva que se formaram sobre o céu da cidade da tarde desta quinta-feira (20) e gravaram vídeos. As imagens foram captadas por aparelhos celulares (veja acima).

Renato Medeiros e Edinael Castro são blogueiros da região, e disseram ao Agora RN que choveu bastante durante o final da tarde e boa parte da noite (cerca de 17.5 milímetros de acordo com o pluviômetro da Prefeitura de Upanema).

Um dos vídeos foi gravado a partir da Av. Antônio Vitorino (Complexo Turístico José Reis de Oliveira).