Obras artísticas relembram o Massacre de Eldorado dos Carajás

Foto: Melissa Guimarães/Divulgação

A política e a transformação social do Brasil estão no centro do trabalho da companhia de teatro Estudo de Cena, que está em cartaz em São Paulo com o espetáculo Utopia da Memória, baseado nos históricos de lutas e resistências dos movimentos populares e forças progressistas do Brasil, como o massacre dos trabalhadores rurais sem-terra em Eldorado dos Carajás, ocorrido nesse município do Pará, em 17 de abril de 1996.

A peça também relembra as lutas dos movimentos populares por direitos em uma série de episódios históricos, intitulados: Canudos, Cangaços, Cicatriz, Espaços do Lembrar, Rastro Vermelho, Mariana, Carandiru, Campos de Batalha e Barricadas do Amanhã.

Tendo como eixo o resgate das lutas populares, a primeira obra do grupo foi a peça A Farsa da Justiça Burguesa, de 2012, uma versão da peça-procissão do MST sobre a luta pela terra, de 2005. O texto fez grande sucesso por todo o Brasil, encenado também por outros grupos, dando origem a uma websérie de 21 capítulos sobre a experiência de vida da companhia e o contato deles com a luta contra os latifúndios no Brasil.

Nesta quarta-feira (17), dia de relembrar o Massacre de Eldorado dos Carajás, a companhia Estudo de Cena apresenta ao público o filme A farsa: ensaio sobre a verdade e a peça Utopia da Memória.

As atividades acontecem na Oficina Cultural Oswald de Andrade, no Bom Retiro, um dos espaços ameaçados de fechar as portas com o corte no orçamento da cultura assinado pelo governador João Dória (PSDB).

Brasil de Fato

Matéria completa aqui: https://www.brasildefato.com.br/2019/04/15/obras-artisticas-relembram-o-massacre-de-eldorado-dos-carajas/

Administrador

Deixe uma resposta