O CLIMA ESQUENTOU: Ditadura chegou pelas mãos do STF, afirma Eduardo Bolsonaro - Informativo Atitude

O CLIMA ESQUENTOU: Ditadura chegou pelas mãos do STF, afirma Eduardo Bolsonaro

 

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) afirmou neste sábado (14.ago.2021) que a “a ditadura chegou” pelas mãos dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

“Todas as arbitrariedades que estão acontecendo hoje, era o que diziam que Jair Bolsonaro faria caso fosse eleito presidente em 2018. De fato a ditadura chegou, mas pelas mãos de 2 ministros do STF: Barroso e Alexandre de Moraes”, declarou o deputado, em publicação em seu perfil no Twitter.

Na 6ª feira (13.ago), Moraes determinou a prisão do ex-deputado e atual presidente nacional do PTB Roberto Jefferson. A decisão atendeu a um pedido da Polícia Federal por suposta participação do político em uma organização criminosa digital responsável por atacar os ministros da Corte e as instituições.

A prisão foi criticada por bolsonaristas. Declarações de políticos e autoridades mencionavam que a decisão foi arbitrária e ilegal.

Mais cedo, também em publicação no Twitter, Eduardo Bolsonaro comentou o anúncio, feito pelo presidente Jair Bolsonaro, de que processaria os 2 ministros do STF. A competência para processar e julgar ministros da Corte é do Senado. O deputado disse que os senadores terão oportunidades de pôr fim a prisões arbitrárias e ao que chamou de um “período de censura”.

“Só numa ditadura jornalistas e políticos são presos e pessoas censuradas em sua liberdade de expressão, por supostos crimes que sequer têm definição em lei”.

Em outra publicação em seu perfil no Twitter, também neste sábado (14.ago), o deputado disse que o processo de impeachment de Barroso e Moraes tem como base “contínuas violações de liberdades como a de expressão”.

Poder 360