Nubank lucra US$ 1 bi em 2023, após prejuízo de US$ 9 milhões em 2022 - Informativo Atitude

Nubank lucra US$ 1 bi em 2023, após prejuízo de US$ 9 milhões em 2022

O Nubank terminou o ano de 2023 com lucro de US$ 1,031 bilhão. A quantia representou uma reversão do prejuízo de US$ 9,1 milhões, registrado em 2022. No ano passado, o banco digital adicionou 19,3 milhões de clientes à sua base, somando 93,9 milhões. Os dados constam do balanço divulgado pela instituição financeira na noite de quinta-feira (22/2).

Considerado apenas o quarto trimestre de 2023, o lucro ajustado foi de US$ 395,8 milhões, alta de 11,3% na comparação com o terceiro trimestre e de 247,8% sobre o mesmo período de 2022.

A receita no banco no quarto trimestre de 2023 ficou em US$ 2,4 bilhões. Houve elevação de 65,5% sobre o US$ 1,532 bilhão obtido no mesmo período de 2022.

Base de clientes

O Nubank incorporou 4,8 milhões de clientes no quarto trimestre. Considerados os 93,9 milhões de usuários do banco digital, 87,8 milhões estão no Brasil, que registrou alta anual de 23,8%. No México, a base de usuários cresceu 62,5% em 2023, para 5,2 milhões. Na Colômbia, ela avançou 41,6%, atingindo 800 mil.

Ao fim de dezembro, o Nubank tinha uma carteira de crédito que rende juros de US$ 8,2 bilhões, uma expansão de 22,4% no trimestre e de 91% em um ano. A inadimplência de mais de 90 dias ficou em 6,1%, estável na comparação com setembro e maior que os 5,2% no fim de 2022. A inadimplência de 15 a 90 dias foi de 4,1%.

Em nota, David Vélez, fundador e CEO do Nubank, destacou “Ao olharmos para o futuro, nosso foco permanece na execução das nossas principais prioridades para o ano: vencer no mercado mexicano, expandir nossas operações de empréstimos garantidos, avançar nos segmentos de alta renda”.

About The Author