Memória curta

Resultado de imagem para memória curta"

De forma repentina e parcialmente irresponsável, alguns vereadores do município de Macaíba cobraram o pagamento dos salários atrasados dos estagiários da educação. Logo após, um close para as redes sociais para ficar bem na fita. Contudo, o problema já foi devidamente explicado pela Prefeitura na imprensa local. O pagamento ainda não foi realizado em virtude da “carga” no sistema contábil que necessariamente acontece todo início de ano. A “carga”, nome técnico, é uma espécie de atualização de todo o sistema contábil com a dotação orçamentária do novo ano.

Sobre pagamentos atrasados, o mais curioso disso tudo é a memória curta do vereador Netinho França, que esquece que quando seu pai foi prefeito de Macaíba, em uma época não tão distante, deixou um grande rombo nas contas públicas da Prefeitura, atrasando salários de funcionários efetivos e comissionados, pagamento de fornecedores, e até pagando menos de um salário mínimo a alguns, o que remete a uma grande desorganização com o erário público e descumprimento com a Constituição.

Na época em que o seu professor de administração pública (leia-se seu pai Luizinho) foi o gestor, o Sindicato dos Servidores teve que impetrar uma ação na justiça para que parte dos funcionários passasse a ganhar um salário mínimo. Ser vereador não é ter o direito de sair propagando discursos oportunistas e tendenciosos para a população. Caso o nobre vereador Netinho queira falar de salários atrasados, a dica é começar pelo exemplo de casa, vez que tem na família um expert, com total conhecimento de causa. Os funcionários públicos de Macaíba vão gostar.

Prefeito Fernando Cunha