Mais detalhes sobre a tragédia que se abateu na família Flor

O delegado responsável pela investigação da tragédia na família Flor, Otacílio de Medeiros, informou que não acredita que o crime entre os dois irmãos foi premeditado. Em entrevista à TV Ponta Negra, o delegado esclareceu que a motivação do crime foi a herança da família. “Questão patrimonial por conta de herança. O mais novo inconformado com algumas situações financeiras e contrário ao arrendamento da fazenda, ao chegar no local e ver a situação, o irmão mostrando a fazenda a um interessado, teve uma prévia discussão e dessa discussão atirou no três vezes contra o irmão e em seguida foi pra dentro da casa e cometeu o suicídio”, disse o delegado.

De acordo com algumas informações que chegam ao nosso site, os dois irmãos já teriam tido algumas brigas a respeito da divisão da herança. Alguns relatos de pessoas próximas aos irmãos, revelam que ambos já não se falavam mais.

“Ele agiu no calor da discussão, quando percebeu e viu o irmão agonizando, correu em desespero para dentro de casa é tirou a própria vida”.

Os familiares que presenciaram a tragédia deverão ser ouvidos nas oitivas para que haja uma maior apuração dos detalhes da motivação da tragédia. O delegado ainda informou que a mãe de 89 anos presenciou a tragédia e estava muito abalada.

A polícia civil também vai investigar se a arma utilizada tinha registro e se ambos tinham porte de arma.

Blog do Gustavo Negreiros