Macaíba fomenta 125 projetos culturais por meio da Lei Paulo Gustavo - Informativo Atitude

Macaíba fomenta 125 projetos culturais por meio da Lei Paulo Gustavo

A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SMCT), está fomentando 125 projetos culturais aprovados por intermédio da Lei Paulo Gustavo (LPG). Ontem (15), houve uma reunião para apresentar aos artistas contemplados a retrospectiva de toda a execução dos editais até então, prestando contas sobre cada etapa do processo de forma transparente. O encontro contou com a presença do prefeito Emídio Júnior.

“Nossa gestão tem um olhar especial também para a cultura, não só por meio da preservação de prédios históricos e de nossa memória, realização de grandes eventos, que movimentam a nossa economia e são palco para diversos cantores e bandas da nossa cidade, mas também com o apoio aos artesãos, grupos teatrais, artistas plásticos, enfim, aos fazedores de cultura macaibenses”, afirmou o prefeito Emídio Júnior.

Os recursos da Lei Paulo Gustavo serão transferidos a partir desta quinta, 16 de maio, seguindo até 14 de junho. Os valores variam de R$ 2 mil a R$ 20 mil. A última etapa de execução da Lei será a contrapartida de cada beneficiário, de acordo com seu projeto apresentado, com prazo para realização até 31 de outubro de 2024.
A SMCT ainda lançará mais um edital da Paulo Gustavo, que totalizará o valor de mais de R$ 720 mil para os fazedores de cultura do município. Os dois primeiros editais lançados (03 e 04/2023) foram abertos para uma diversidade de expressões culturais como artes plásticas, artesanato, música, produção de audiovisual, oficineiros, grupos da cultura popular, povos de comunidades tradicionais, capoeira, teatro, entre outros.

Sérgio Nascimento, titular da Cultura, destacou o esforço da atual gestão para garantir a chegada dos recursos aos agentes culturais, permitindo a realização de ações que refletem a rica diversidade cultural do município. “Demos total prioridade à captação desse aporte financeiro para a cultural local. Organizamos o plano de ação, que foi aprovado em menos de 24h, sem nenhuma objeção, dialogamos com a classe artística, contratamos a Funcern e estamos concluindo um dos processos de execução da LPG mais organizados e transparentes do RN”, afirmou o secretário.

About The Author