Incoerência ou descredibilidade?

24 de março de 2016 7 Por Administrador

20151029-DSC03453

Professores que foram à audiência pública sobre a educação realizada na última quarta, em Macaíba saíram descrentes com o discurso do professor Silva Júnior, cabo eleitoral dos Emídios e da vereadora Katia Sena (esposa do ex-presidente do legislativo macaibense, Thomas Sena).  Júnior usou a tribuna da Câmara para falar, principalmente de perdas salariais da categoria nos anos de 2011 e 2012, na gestão Marília Dias.

O que chamou a atenção dos colegas de profissão foi o fato de Silva Júnior não citar que no período dessas perdas salarias que ele se referiu quem liderava as decisões junto à ex-prefeita era justamente os Emídios e pessoas ligadas à vereadora Katia Sena. Inclusive esses mesmos vereadores, juntamente com seu cabo eleitoral, articulam apoio à candidatura da ex-prefeita.

silva junior 6

Pau que bate em Chico não bate em Francisco

Causou estranheza em muita gente o fato do cabo eleitoral, Silva Júnior, fiel apoiador da ex-prefeita, dos Emídios e de Kátia, ter esquecido de relatar o cenário desolador que este grupo deixou na área da educação.

Além das perdas salariais de 2011 e 2012, o grupo demitiu dezenas de professores após a eleição 2012, deixaram as escolas abandonadas, sem merenda, sem professores, transporte escolar paralisado e sem pagamento e o pior: deixou todos os profissionais da educação com salários atrasados. Silva Júnior é primo de Emídio Júnior (filho do vereador Edivaldo) que foi candidato a vice-prefeito em 2012, membro de um grupo que causou um caos na educação macaibense.  Assim sendo, para o nobre professor vale aquele velho ditado: pau que bate em Chico não bate em Francisco. Quanta incoerência.