Homem que matou namorada adolescente e ligou para os pais dela para contar é condenado a 19 anos de prisão no RN - Informativo Atitude

Homem que matou namorada adolescente e ligou para os pais dela para contar é condenado a 19 anos de prisão no RN

O Tribunal do Júri da 3ª Vara de Assú condenou nesta terça-feira (17) Wesley Bruno Alves Cavalcante, de 29 anos, a 19 anos e 6 meses de prisão em regime fechado por matar a própria namorada, uma adolescente de 15 anos, com um tiro no rosto, em junho de 2021.

O julgamento, que aconteceu na sede da Câmara Municipal de Assú, durou cerca de 8 horas. Maria Letícia da Costa havia completado 15 anos de idade um dia antes de ser assassinada.

O júri entendeu que Wesley praticou homicídio triplamente qualificado: por motivo torpe, sem dar chance de defesa à vítima, e em razão do sexo da vítima, o que configura crime de feminicídio.

O homem também foi condenado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e com numeração raspada.

Wesley Bruno estava preso desde o dia 16 de agosto de 2021, quando foi deflagrada a Operação Debutante, comandada pela Delegacia Municipal de Assú. O suspeito estava escondido na própria cidade, no bairro Meus Amores.

Logo após a leitura da sentença, por volta das 22h, familiares da vítima aplaudiram a decisão.

O crime ocorreu na noite do dia 27 de junho de 2021. Maria Letícia da Costa, de 15 anos, foi morta a tiros dentro do quarto da casa em que morava com o companheiro, no bairro Parati 2000, em Assu. A bala, disparada de uma pistola calibre 765, atingiu o rosto da jovem.

Logo após matar a adolescente, o suspeito ligou para a família dela para informar do crime. A pistola usada no assassinato foi encontrada ao lado do corpo. Maria Letícia havia completado 15 anos um dia antes de ser morta.

Com informações de G1 RN

Fonte: Portal Grande Ponto

About The Author