Homem morre após contrair “ameba comedora de cérebro” ao lavar o rosto - Informativo Atitude

Homem morre após contrair “ameba comedora de cérebro” ao lavar o rosto

Reprodução

Um morador do sul da Flórida, nos Estados Unidos, morreu de uma infecção causada pela ameba Nagleria fowleri, conhecida como “ameba comedora de cérebro”, na sexta-feira (20/2), após enxaguar o rosto e o nariz com água da torneira. O caso foi relato pelo jornal Fox 4, dos EUA.

O homem, que não teve o nome revelado, morreu três dias antes de o departamento de saúde da região emitir um alerta público sobre a infecção causada pela ameba, um microrganismo que vive em ambientes úmidos.

Segundo as autoridades de saúde, a infecção pela Nagleria fowleri é bastante rara e só ocorre quando a água contaminada entra pelo nariz do indivíduo. A ingestão de líquido contaminado pela ameba não acarreta em problemas de saúde graves.

A ameba “comedora de cérebro” provoca uma doença chamada de meningoencefalite amebiana primária (PAM) e, por enquanto, não há nenhum tratamento eficaz para o problema. A mesma infecção afetou uma criança de 13 anos chamada Caleb Ziegelbauer, no verão passado, também na Flórida. O menino segue em processo de recuperação.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doença (CDC), a infecção provocada pelo microrganismo mata mais de 97% das pessoas que a contraem. Dos 154 indivíduos que foram infectados nos Estados Unidos, entre 1962 e 2021, apenas quatro pacientes sobreviveram.

“A ameba é encontrada em fontes termais, em água morna, lagos e também pode estar presente em tanques de água quente e, em alguns casos muito raros, na água que sai da torneira”, disse Eric Milbrandt, diretor do laboratório marinho da Sanibel-Captiva, para a Fox 4.

Metrópoles

About The Author