Governo estuda reonerar diesel para bancar desconto em carros - Informativo Atitude

Governo estuda reonerar diesel para bancar desconto em carros

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estuda antecipar a volta dos impostos federais sobre o diesel para bancar o projeto que visa baratear o custo de carros no país. A volta do imposto está prevista para o ano que vem.

A informação foi antecipada pelo G1 e confirmada pelo Poder360 .

A desoneração do diesel e outros combustíveis foi aprovada em março de 2022 pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). No parecer do Senado, o relator Jean Paul Prates (PT), hoje presidente da Petrobras, estimou em R$ 17,5 bilhões o custo até o fim do ano da desoneração do diesel.

O governo petista prorrogou a medida em 2 de janeiro. Gasolina e etanol ficaram isentas de PIS/Cofins até março e, de ICMS, até junho. Diesel, até janeiro do ano que vem.

Se a ideia seguir, o diesel voltará a ser tributado possivelmente neste mês, junto aos outros combustíveis. Será impacto inflacionário.

A gasolina é o subitem com maior peso, dentre os 377 medidos pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Em março, houve o retorno da cobrança do PIS/Cofins sobre gasolina e etanol. A permanência no mês subiu 0,71%. Só o combustível representou 0,39 ponto porcentual, mais da metade do total.

Poder360

About The Author