Filho de Dedim Gouveia morre sete dias após sanfoneiro falecer com Covid-19, em Fortaleza - Informativo Atitude

Filho de Dedim Gouveia morre sete dias após sanfoneiro falecer com Covid-19, em Fortaleza

Delano Gouveia, de 37 anos, filho do sanfoneiro e cantor Dedim Gouveia, faleceu neste domingo (25). Nesta semana, ele foi internado com Covid-19 no Hospital Instituto Dr. José Frota (IJF), mas de acordo com familiares, adquiriu uma bactéria hospitalar durante o internamento. A informação foi confirmada pela mulher de Delano, Juliana Andrade. Ainda não há confirmação da causa da morte.

O pai de Delano, Dedim Gouveia, faleceu na última segunda-feira (19), por complicações da Covid-19. Nesta sexta-feira (23), familiares compartilharam um vídeo onde contavam que o IJF se recusava a aceitar um remédio comprado de maneira particular — pois estava em falta no hospital.

Neste sábado (24), a irmã de Delano, Isabel Gouveia publicou um vídeo com o marido, Victor Nascimento, confirmando que a Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza doou o antibiótico polimixina para o tratamento de Delano. Contudo, ele não resistiu às complicações da doença.

 

O cantor de forró e sanfoneiro Dedim Gouveia morreu de Covid-19, aos 61 anos, nesta segunda-feira (19). O forrozeiro estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, no Bairro Messejana, desde o último dia 11 de abril.

Dedim Gouveia era natural de Redenção, cidade a 60 km de Fortaleza. Cresceu em Serra da Faísca, distrito de Redenção. Na escola, estudou até o 2º grau. Foi criado pela avó Isabel Moreira, sua grande incentivadora no meio musical, que apostava que ainda veria o neto fazer sucesso na música.

Incorporou o apelido de Dedim como nome artístico após começar a tocar sanfona aos 16 anos. Ao todo, lançou 13 CDs, 5 DVDs, embalando vários hits. Uma de suas últimas composições foi “A Natureza É Linda”, lançada em 2020.

G1 CE