FIERN emite nota e discorda de decisão do governo em não retomar economia

A Federação da Indústria do Rio Grande do Norte emitiu uma nota na noite desta terça-feira (7), discordando do governo Fátima, pela decisão de não retomar as atividades econômicas no estado. Confira abaixo a nota da Federação das Indústria:

A FIERN permanece coerente com os princípios que fundamentaram a elaboração do Plano de Retomada Gradual da Economia, entregue ao Governo do estado em cinco de maio último.

Em nenhum momento deixamos de assegurar a absoluta prevalência da pessoa humana sobre qualquer outro valor.

Entendemos que o cronograma de retomada da economia e os protocolos sanitários constantes do Plano não agridem os princípios de segurança e são imprescindíveis para minimizar os danos à economia do estado.

Como bem adverte o Plano, ou conseguimos realizar uma reabertura planejada e segura ou correremos o risco de uma saída desordenada e descontrolada, aí sim, causando enorme perigo à segurança sanitária.

Hoje fomos comunicados que o governo do estado decidiu adiar em 7 dias o início do segundo estágio da reabertura.

A FIERN, à luz das informações disponíveis, discorda da decisão anunciada, considerando o enorme esforço de sobrevivência que vem sendo empreendido por cada empresário, buscando garantir o emprego aos seus colaboradores e, na maioria dos casos, sua própria sobrevivência e de sua família.