“Fica então entendido que aceitar cargo em Ministério não é e nunca deveria ter sido causa de suspeição”, diz Moro após Lewandowski na Justiça - Informativo Atitude

“Fica então entendido que aceitar cargo em Ministério não é e nunca deveria ter sido causa de suspeição”, diz Moro após Lewandowski na Justiça

 

O senador Sergio Moro (União Brasil-PR) disse nesta quinta-feira (11) que aceitar o cargo de ministro “não é e nunca deveria ter sido causa de suspeição”.

O congressista deu a declaração em seu perfil do X (ex-Twitter) depois de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) indicar o ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski para o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Em 2021, o STF (Supremo Tribunal Federal) anulou as decisões da Justiça Federal de Curitiba contra Lula em 4 processos da Lava Jato. A Corte também decidiu pela suspeição de Moro no caso do triplex no Guarujá.

Durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Moro deixou o cargo de juiz e assumiu como ministro da Justiça. Esse seria um dos motivos avaliados pelo STF na decisão.

Lewandowski, agora escolhido por Lula para a Justiça, também chegou ao Supremo por indicação do petista, em 2006.

Poder 360

About The Author