De quanta água você realmente precisa? Cai o mito de beber 2 litros por dia - Informativo Atitude

De quanta água você realmente precisa? Cai o mito de beber 2 litros por dia

Beber água é importante para manter o corpo hidratado e funcionando bem. A maioria das recomendações de saúde e bem-estar afirma que as pessoas devem beber dois litros de água por dia. Os supostos benefícios desse consumo são aparentemente infinitos — desde a melhoria da memória e da saúde mental ao aumento da energia e uma aparência melhor.

Entretanto, uma série de evidências recentes começa a questionar essa orientação.

Quais são os benefícios de beber muita água?


Cerca de 70% da composição do corpo humano é água. Sendo assim, manter-se hidratado é fundamental para o bom funcionando do organismo. De acordo com o nefrologista Joel Topf, professor clínico assistente de medicina na Oakland University em Michiga, em entrevista do The New York Times, a água é uma opção nutricionalmente melhor do que outras como suco e refrigerante. Mas quando se trata de hidratação, ela não precisa ser exclusiva. Pode-se recorrer ao café, leite, chá, entre outras.

Beber água e outros líquidos ajuda a:

  • Regular a temperatura corporal;
  • Desintoxicar o corpo;
  • Absorver nutrientes provenientes de outros alimentos;
  • Hidratar a pele e evitar o surgimento de acne;
  • Combater a retenção de líquido;
  • Prevenir o aparecimento de pedras nos rins e outras doenças renais;
  • Melhorar a circulação sanguínea;
  • Melhorar a digestão.

Qual é a forma correta de beber água?

Embora as principais recomendações digam para ingerir dois litros de água por dia, há estudos que sugerem que essa quantidade é excessiva para a maioria das pessoas. Neste caso, de 1,5 a 1,8 litros por dia, seria suficiente.

Alguns especialistas afirmam que a quantidade de água necessária varia de acordo com o tamanho do corpo, temperatura externa, quantidade de suor e condições gerais de saúde. Topf, por exemplo, afirma que a maioria das pessoas jovens e saudáveis precisa beber água apenas quando estiver com sede.

Já pessoas com certas condições de saúde, como pedras nos rins ou uma doença renal policística autossômica dominante, mais rara, pode se beneficiar ao fazer um esforço para beber um pouco mais de água do que sua sede exige.

Qual o máximo de litros de água por dia?

É importante ressaltar que se pouca água faz mal, muita também faz. Sim, é possível “beber água demais”. Isso acontece porque uma ingestão além da que os rins podem excretar, dilui os eletrólitos do sangue. Em casos brandos, isso causa mal estar. No caso mais extremo, beber uma quantidade excessiva de água em um curto período pode levar a uma condição chamada hiponatremia ou “intoxicação por água”.

Se os níveis de sódio no sangue ficarem muito baixos, pode haver um inchaço do cérebro e problemas neurológicos como convulsões, coma ou até morte. Em 2007, uma mulher de 28 anos morreu de hiponatremia após supostamente beber quase dois galões de água durante três horas enquanto participava de um concurso que desafiava as pessoas a beber água e urinar o menos possível. A condição pode ser mais comum entre os praticantes de exercícios físicos.

Qual é o melhor horário para beber água?

Não existe uma hora ideal para beber água. Especialistas recomendam fazê-lo sempre que estiver com sede. Entretanto, há alguns momentos do dia em que fazer isso pode trazer benefícios adicionais. Por exemplo, tomar um copo de água logo pela manhã pode facilitar a manutenção de hábitos saudáveis ​​e aumentar a ingestão diária de água.

Beber água antes das refeições pode ajudar a aumentar a sensação de saciedade. Por fim, beber água antes e depois do exercício ajuda a repor os líquidos perdidos no suor e otimizar a recuperação.

O Globo

Fonte: Blog do Gustavo Negreiros

About The Author