Covid-19: Justiça dá 48h para Prefeitura de Natal se manifestar sobre pedido de suspensão da testagem rápida

A Sexta Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal determinou a notificação do prefeito do Município do Natal e do secretário municipal de Saúde para que se manifestem, no prazo de 48 horas, acerca do pedido de tutela de urgência formulado pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte em Ação Civil Pública. A decisão, desta terça-feira (23), é do juiz titular da unidade, Francisco Seráphico Nóbrega.

Engraçado que o MP, não se pronunciou sobre os 5 milhões que o governo do estado, destinou ao Consorcio Norte,  essa viseira é algo impressionante.