Covarde: Barroso telefona para Pacheco para esclarecer declaração sobre bolsonarismo - Informativo Atitude

Covarde: Barroso telefona para Pacheco para esclarecer declaração sobre bolsonarismo

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), telefonou nesta quinta-feira (13) para o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para explicar as declarações dadas sobre “derrotar o bolsonarismo”.

Barroso esclareceu a Pacheco que teve a intenção de usar o termo “extremismo” em vez de “bolsonarismo”. Segundo a apuração do R7, o ministro reconheceu que a fala foi “equivocada”.

Em nota divulgada nesta quinta-feira (13), Barroso disse que jamais pretendeu ofender os 58 milhões de eleitores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) nem criticar o que chamou de “uma visão de mundo conservadora e democrática, que é perfeitamente legítima”.

A declaração do ministro sobre o bolsonarismo foi feita na noite de quarta-feira (12), durante o 59º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE), em Brasília.

Pacheco chegou a criticar o comentário do ministro. Para o presidente do Senado, a fala foi “inadequada, inoportuna e infeliz”.

R7

About The Author