Coronavírus: Números apontam queda na quantidade de contaminados e aumento de pacientes recuperados

Consult Pesquisa e a Robleddo Inteligência Digital todos os dias apuram números do coronavírus no mundo, no Brasil, no RN e Paraíba. Nós publicamos para passar a realidade para nossos leitores com números reais e a leitura correta dos dados.

O análise desta semana tem duas peculiaridades importantes:

Por um lado, a queda na quantidade de contaminados. Coisa que não acontecia faz quatro semanas. Além disso, é a primeira queda substancial com relação a semana anterior de toda a pandemia. O que, na situação atual do Brasil, tudo está voltando ao normal em praticamente todos os estados, é um excelente indicador. E vale lembrar que nos períodos anteriores ao atual, sempre tivemos o isolamento como medida de prevenção do contágio. O que hoje em dia está cada vez menos popular e massivo.

A segunda, é o aumento considerável da quantidade de recuperados. Sendo 24% maior que a semana passada.

Perante a evidente reversão da taxa de mortalidade: Caberia a possibilidade de que os protocolos farmacológicos, amplamente difundidos nestas últimas semanas e adotados por diferentes instituições e governos, estejam ajudando nessa diminuição relativa de óbitos? Será tarefa da ciência definir com exatidão as causas, porém, até agora, é evidente que o incremento semanal dos infectados não se refletiu no número semanal de óbitos. Pelo menos até o dia de hoje.

Tudo isso, somado ao leve aumento de 3% que tivemos nos óbitos, nos faz pensar que, apesar que ainda continuemos no pico em relação as mortes diárias, estaríamos frente a uma tendência de queda para as próximas semanas. Tendência que desejamos muito se confirme na prática.

Gustavo Negreiros