Coronavírus: Médico acredita que Ivermectina manterá em queda número de casos Covid em Natal

Para o infectologista, a tendência de queda nos atendimentos a pacientes com Covid-19 deve se manter. Para justificar sua opinião, ele cita principalmente a inauguração, pela Prefeitura do Natal, do centro de atendimento para enfrentamento da Covid-19, que vai funcionar no Ginásio Dias, zona Norte da capital, a partir da próxima segunda-feira (06). No local serão distribuídos 1 milhão de comprimidos de ivermectina.

“Eu tenho certeza de que as internações em UTIs, a mortalidade, em tudo isso vai ter um impacto importante”, disse, ainda sobre o uso do medicamento.

Suassuna explica que o papel da ivermectina no tratamento profilático é o de modular a imunidade dos grupos de risco, fazendo com que tenham infecções assintomáticas ou leves. “O tratamento precoce destes grupos de risco é fundamental e complementa a profilaxia. Não precisar ir ao hospital é o grande objetivo”, finaliza.

VERMÍFUGO

Apesar da falta de estudos efetivos que comprovem a eficácia da ivermectina contra o coronavírus, Dr. Suassuna afirma que o vermífugo é usado há mais de 40 anos contra “doenças ainda piores do que essa [covid]”, sendo usado, inclusive como prevenção. “No mundo todo tem uma grande segurança e tem eficiência para matar vírus”, ressalta.

Fonte: Portal Grande Ponto